Saúde: mais de 1,7 mil profissionais capacitados em oito meses

285

As capacitações foram realizadas por meio do Núcleo de Educação Permanente e Humanização (NEPH).

Segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde, de janeiro a agosto deste ano 1.751 profissionais foram capacitados, sendo 32% no primeiro quadrimestre e 68% no segundo.

Entre os profissionais capacitados estão dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, coordenadores, diretores de divisões, controladores, recepcionistas, médicos, nutricionistas, fisioterapeutas, gestores de RH, fonoaudiólogos, farmacêuticos, auxiliares administrativos, chefes de setores, educadores físicos, psicólogos, assistentes sociais, gerentes de Unidades Básicas de Saúde, entre outros.

De acordo com a Secretaria, o Núcleo de Educação Permanente e Humanização tem como objetivo proporcionar capacitação aos profissionais da Saúde do Município. “A educação permanente consiste em um processo educativo que coloca o cotidiano do trabalho ou da formação em saúde em análise, possibilitando a construção de espaços coletivos para a reflexão e avaliação dos atos produzidos no cotidiano. Acreditamos que a educação permanente deva estar centrada em uma ligação política, partindo de aspectos de formação que envolva profissionais e serviços, numa introdução de mecanismos, análise, autogestão, mudanças na instituição, com isso alterando a forma de pensar e agir do profissional, procurando ampliar conhecimentos”.

O Núcleo também atende a Política Nacional de Educação Permanente para o SUS, conforme a Portaria n° 198/MS, de 13/02/2004, do Ministério da Saúde, que visa integração entre os diversos segmentos dos serviços de Saúde, propondo mudanças nos processos formativos e nas práticas pedagógicas do gerenciamento da Saúde.