Votuporanga confirma primeiros dois casos positivos de sarampo no ano

460
Doses da vacina estão disponíveis nas unidades de saúde de Votuporanga  

 

Pacientes são uma jovem de 20 anos e uma criança de 1 ano. Além destes casos confirmados, ainda existem outros 21 em investigação.

A Secretaria de Saúde local confirmou na manhã desta terça-feira (20) os dois primeiros casos positivos de sarampo registrados no município em 2019.

De acordo com a órgão, os pacientes são uma jovem de 20 anos, que mora no bairro Santa Amélia, e uma criança de 1 ano, moradora do bairro Pozzobon. Além destes casos confirmados, ainda existem outros 21 em investigação.

Para combater o avanço da doença, a Secretaria de Saúde realiza uma ação de bloqueio nos dois bairros, localizados na zona norte da cidade. Moradores e crianças estão sendo vacinados contra o vírus.

Além da ação, a Prefeitura de Votuporanga faz campanhas para conscientizar a população por meio de comunicadas oficiais e enfatiza que todas as unidades de saúde estão com vacinas disponíveis.

Orientação

A Secretaria de Estado da Saúde enfatiza a importância dos moradores seguirem as determinações.

Jovens de 15 a 29 anos de idade devem se vacinar. Essa é considerada a faixa etária mais suscetível por não ter tomado a segunda dose da vacina no tempo recomendado.

O órgão ainda orienta que a imunização para essa faixa etária seja indiscriminada, ou seja, mesmo quem já tomou a vacina deve tomar novamente. Não é necessária a apresentação da carteira de vacinação.

Antes do aumento considerável nos casos de sarampo, a primeira dose da vacina era dada em bebês com 1 ano de idade e uma dose de reforço era aplicada aos 15 meses.

Depois do aumento considerável no número de casos da doença, a primeira dose deve ser aplicada entre 6 meses e 1 ano.