UTIs: Santa Casa faz ação especial no Dia das Mães

150

Grupo de Humanização realizou videochamada para pacientes acordados e mensagens gravadas para intubados nas Unidades COVID-19; na geral, teve visita especial.


Elas são movidas pelo amor. Carinho. A presença da família é seu suporte e sua alegria. Não há presente melhor do que estar com os filhos. Pensando em comemorar de forma especial o Dia das Mães, a Santa Casa de Votuporanga realizou uma série de ações pensando nos pacientes de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) que estão longe de seus queridos.

O Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) do Hospital organizou uma visita na UTI Geral. A paciente Alexsandra Cristina de Souza Vilela teve uma surpresa neste domingo (9). Ela recebeu sua mãe, Vera Lúcia da Silva e sua filha, Vitoria Souza Vilela.

Um momento de conforto e de paz em meio à sua internação. Elas puderam estar juntas em uma oportunidade única para Alexsandra, que permanece no Hospital desde o dia 16 de abril. 

Perto, mesmo longe 

Alegria na UTI Geral, esperança na Unidade COVID-19. Na área isolada de tratamento do Coronavírus, as ações foram mais específicas. Para as mamães com estado de saúde estável, os profissionais realizaram videochamadas com os filhos. Tudo para amenizar a saudade e aquecer o coração daqueles que estão afastados de quem ama. “Esse contato já é feito, dependendo das condições físicas do paciente. Identificamos respostas positivas nos exames e quadro clínico. Não tenho sombras de dúvida que auxilia e, exatamente pensando nos benefícios, que realizamos no Dia das Mães para que existam diálogos e acolhimento aos pacientes e familiares nesta data especial”, frisou a presidente do GTH, Emília Rodrigues de Faria e Ferreira. 

Mesmo nos casos graves, a humanização foi prioridade. “Em pacientes intubados, colocamos áudios gravados dos familiares. A partir de estudos realizados sobre a importância do estímulo cognitivo para internados em contexto de pandemia, o trabalho de incentivo à comunicação é um processo considerado muito válido. As mensagens são encorajadoras, de esperança e que auxiliam na recuperação”, complementou. 

Oração

Para finalizar o domingo, a Santa Casa fez um momento de oração na pracinha com o voluntário Alvimar Marques, da Primeira Igreja Batista de Votuporanga. A transmissão foi feita pelo Instagram do Hospital, pedindo saúde para as mamães e também clamando por conforto para os familiares que perderam suas amadas. 

O provedor Luiz Fernando Góes Liévana elogiou as iniciativas. “Nosso Hospital tem a humanização como sobrenome. Mesmo na pandemia, nos reinventamos e conseguimos aproximar profissionais, pacientes e familiares. Todos juntos visam a recuperação e o bem-estar. Essa programação especial só revela o quanto que priorizamos acolhimento e empatia. Parabéns aos envolvidos”, finalizou.