Covid-19: Votuporanga desativa Hospital de Campanha 

226

Segundo a prefeitura, hospital está há mais de dez dias sem pacientes internados; atendimentos para casos confirmados ou suspeitos de Covid-19 passam a ser concentrados na Central de Atendimento montada na UPA.


A Prefeitura de Votuporanga/SP anunciou na segunda-feira (2) o fechamento do Hospital de Campanha montado para atender pacientes com casos graves da Covid-19 na cidade.

Em junho, após aumento nos casos positivos do novo coronavírus, o funcionamento do hospital foi prorrogado até agosto.

Segundo a prefeitura, o hospital começou a funcionar em abril deste ano e está há mais de dez dias sem pacientes internados. Além disso, houve queda na ocupação de leitos em hospitais da cidade e da região. 

Com o hospital desativado, os atendimentos para casos confirmados ou suspeitos da Covid-19 passam a ser concentrados na Central de Atendimento montada na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) desde o início do ano. 

De acordo com a prefeitura, a UPA recebeu equipamentos e colchões que estavam no Hospital de Campanha e está preparada caso seja necessário intubar pacientes com síndrome respiratória grave. 

Segundo a prefeitura, o Hospital de Campanha atendeu 231 pacientes com a forma grave da Covid-19. Durante a internação, eles receberam tratamento especializado com suporte ventilatório e de hemodiálise enquanto aguardavam vagas da CROSS. 

Em atualização divulgada na segunda-feira, Votuporanga contabiliza 16.164 casos confirmados da doença, sendo que 15.372 pacientes estão curados e 426 vieram a óbito. 

Nesta terça-feira (13), segundo informações divulgadas no site da prefeitura, o município conta com 24 pacientes hospitalizados, sendo 11 em leitos de UTI.