COVID-19: Paciente recebe alta após 58 dias de internação na Santa Casa

258

João Maria Garcia de Almeida, de 73 anos, venceu a UTI e o tratamento isolado; família agradece o Hospital


Cinquenta e oito dias em um Hospital. Em uma verdadeira guerra contra o Coronavírus (COVID-19). Isolado e longe de sua cidade de origem. Mas cercado de muito cuidado. Foram a dedicação dos profissionais da Santa Casa de Votuporanga e a fé as grandes forças para João Maria Garcia de Almeida, de 73 anos, vencer a doença.

O agropecuarista é de Paraíso das Águas/MS. E até chegar na Instituição, foi um longo percurso. No dia três de dezembro, ele foi internado em estado grave no hospital municipal de Chapadão do Sul. Dois dias depois, João Maria foi entubado e a família começou uma grande saga em busca de uma vaga em UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Finalmente, conseguiram uma vaga na Santa Casa de Votuporanga, distante cerca de 400 km de Chapadão do Sul. Sua internação e todo o tratamento foram feitos de forma particular.

A família confiou na Santa Casa, no serviço prestado e comprovou a qualidade e humanização dos atendimentos.  “Já tínhamos conhecimento que o Hospital é referência em cardíaca. O médico do meu pai também atuou na Instituição votuporanguense anos atrás e nos colocou em contato com a médica infectologista da Instituição, Dra Regina Silvia Chaves de Lima. Prontamente, escolhemos a Santa Casa”, contou João Carlos de Almeida (Joãozinho), um dos cinco filhos do produtor.

O agropecuarista foi levado de UTI Móvel no dia seis de dezembro, onde permaneceu até dia 23 de janeiro na assistência intensiva na Instituição. A boa notícia chegou na segunda-feira (1/2), quando ele recebeu alta. Motivo de muita alegria e de esperanças renovadas. “João Maria foi um dos pacientes que mais estiveram conosco na batalha contra Coronavírus. Foram quase dois meses internado, criando um vínculo enorme com toda a equipe. Estamos muito felizes com sua recuperação e que agora pode desfrutar de momentos com toda sua família”, disse a médica infectologista da Instituição, Dra Regina Silvia Chaves de Lima.

João Carlos respira agora mais aliviado depois da ótima recuperação do patriarca. “O atendimento que tivemos no Hospital desde a internação até a alta foi excelente. Agradeço toda equipe, desde os enfermeiros, fisioterapeutas até os médicos, são muito atenciosos e explicam muito bem o estado de saúde, o que nos confortou neste período”, afirmou. O agropecuarista segue com tratamento de diálise na Santa Casa de Votuporanga às segundas, quartas e sextas-feiras.

“Isso mostra o nível da nossa Instituição e da equipe de profissionais da Instituição, todos altamente capacitados e qualificados para o cuidado dos pacientes vítimas da pandemia. E para nós, é uma alegria muito grande João Maria estar recuperado. Isso traz uma injeção de ânimo aos nossos colaboradores, que não medem esforços para vencer essa batalha contra o Coronavírus”, conclui o provedor Luiz Fernando Góes Liévana.

Estrutura COVID-19

As UTIs e enfermaria de isolamento foram um importante e fundamental investimento do Hospital para cuidar dos pacientes graves de COVID-19, tanto SUS, convênio e particular, que necessitam de cuidados especializados 24 horas e suporte de aparelhos como ventilação mecânica. Conta com médicos, enfermagem e equipe multiprofissional (fisioterapeutas, nutricionistas e fonoaudiólogos) exclusivos. São dezenas de profissionais que atuam juntos, para que o assistido possa se restabelecer integralmente.

É o trabalho de todos que salvaram João Maria e tantas outras vidas. Desde o início da pandemia, aproximadamente 1.000 pacientes diagnosticados com COVID-19 receberam tratamento na Santa Casa.