Cartas: homenagens aos guerreiros da saúde

149

Com um ano de pandemia, os profissionais sentem todo acalento e apoio dos alunos do Colégio Adventista.


Carinho, reconhecimento e gratidão. Em cada desenho ou letra, de muitos alunos que ainda estão em processo de alfabetização, a dedicação em demonstrar e, principalmente, valorizar os verdadeiros “guerreiros da saúde” que atuam na linha de frente contra o Coronavírus. Uma homenagem mais que justa e que chegou como acalento para estes profissionais.

O Colégio Adventista de Votuporanga promoveu uma ação, destinada para a Santa Casa. Os estudantes do Maternal até o nono ano se dedicaram a apoiar médicos e colaboradores do Hospital. Com cartas e apoio dos professores, eles deixaram seu carinho e seu incentivo para aqueles que estão em combate à COVID-19. 

O coordenador de urgência e emergência, Dr. Chaudes Ferreira Júnior, foi um dos que receberam o material. O estudante Arthur de Assis foi o remetente da carta. Nos dizeres: “Queridos profissionais de saúde, eu gostaria de agradecer por se dedicarem e por terem trabalhado até agora aqui na pandemia. Aqui na minha família nós estamos fazendo nossa parte e nos protegendo, usando a máscara e álcool. Espero que logo isso acabe”, escreveu aluno do terceiro ano. 

Dr. Chaudes agradeceu a iniciativa. “Obrigado Arthur e a todos do Colégio Adventista de Votuporanga. Isso sim nos ajuda bastante, carrega nossas baterias… Gratidão”, disse. 

Enfermeira do Hospital há 8 anos, Tassiany Chiuchi Araújo está na ala COVID-19 desde outubro do ano passado. “A pandemia é uma situação muito triste, nunca imaginei que iria passar um momento desse. O desgaste emocional é muito grande, vivemos no limite todos os dias pois em todos os dias estamos lutando pela vida, o que não é uma tarefa fácil se tratando do Coronavírus”, contou. 

Em meio à essa rotina, ela recebeu a carta de Rebeca Isabele Bohn Santos, do quarto ano. “Querida profissional de saúde, muito obrigada por cuidar da gente. Vocês são essenciais na nossa vida. Obrigada por cuidar de nós e tratar de nossas feridas e doenças”, afirmou a aluna.

Tassiany se emocionou com os dizeres. “Foi um sentimento de “ei, vocês não estão sozinhos, estamos orando por vocês” e não tem sensação melhor do que saber que existem pessoas orando por nossas vidas. Essas cartas aqueceram nossas almas e nos deram força para seguirmos adiante nessa batalha contra a COVID-19. Agradeço a Deus pela vida de cada aluno, de cada professor pela linda iniciativa”, complementou. 

O diretor Francisco de Assis Silva dos Santos ressaltou a repercussão da ação. “Todo ano temos uma programação especial em fevereiro. São 10 dias em oração pelas famílias dos alunos e funcionários. Neste momento atípico na área da saúde, também clamamos para que Deus proteja os profissionais do Hospital. Além disso, eles produziram 234 cartinhas em agradecimento por estarem na linha de frente. Agradecemos ao Senhor pela oportunidade de trazer esse afago e, principalmente, porque os profissionais sentiram todo amor e apoio”, disse Francisco. 

O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, agradeceu a iniciativa. “Vocês demonstraram o amor por nossa equipe. Atitude que nos deixa muito emocionados. Em meses de pandemia, nosso trabalho segue incansável. Nossos médicos, colaboradores, profissionais se dedicam integralmente aos pacientes, em jornadas exaustivas. Por isso, essas cartas têm tanto significado. São instrumentos de estudantes que deixaram seu carinho, sua consideração. Agradecemos pelo projeto e orações. Tenho certeza de que, com vocês, o futuro será ainda mais promissor”, finalizou.