Votuporanga mantém saldo positivo em geração de empregos, mas fecha dezembro no vermelho

403

No acumulado do ano, município gerou 11.403 empregos, enquanto 10.575 demissões foram registradas.


No mês passado, Votuporanga/SP registrou 760 contratações e 881 demissões, o que corresponde a um saldo negativo de 121 postos de trabalho com carteira assinada no município. Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e foram atualizados pelo Ministério da Economia na quinta-feira (28). 

Depois de seis meses consecutivos de saldo positivo na geração de empregos, as medidas de endurecimento da quarentena, anunciadas no último mês do ano, impactaram diretamente nas contratações e dezembro acabou fechando no vermelho.  

Apesar do impacto direto no comércio, que historicamente, registra grande número de contratações para as vendas de fim de ano, neste período teve um saldo de apenas 27 vagas, o maior responsável pelo
fraco desempenho no último mês de 2020 foi o setor de serviços, que demitiu 361 pessoas ao mesmo tempo em que contratou 228, ou seja, saldo negativo de 133 postos de trabalho. 

Já o setor de construção civil, demitiu 63, enquanto contratou apenas 21 trabalhadores. O resultado só não foi pior, pois o setor de agropecuária se manteve estável, ou seja, não contratou nem demitiu. Outro setor responsável por grande parte das contratações, a indústria apresentou um saldo positivo, apesar de modestas 27 carteiras assinadas. 

Acumulado de 2020

No geral, segundo dados do Caged, no acumulado dos últimos 12 meses Votuporanga gerou 11.403 empregos, enquanto 10.575 demissões foram registradas, fechando o período com um saldo de 828 novos postos de trabalho. 

Já no Brasil, em 2020, 142.690 vagas de empregos foram criadas. Esse resultado decorreu de 15.166.221 admissões e de 15.023.531 desligamentos. 

No acumulado do ano, os dados registraram saldo positivo no nível de emprego em quatro dos cinco grupos de atividades econômicas: Construção (+112.174 postos), Indústria geral (+95.588 postos), Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (+61.637 postos), Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas (+8.130 postos), e Serviços (-132.584 postos). 

Os estados com maior saldo positivo foram: Santa Catarina: +53.050 postos (+2,55%); Paraná: +52.670 postos (+1,98%); e Pará: +32.789 postos (+4,46%).