Votuporanga já tem 10,28% da população vacinada contra Covid-19

126

Índice está acima das médias estadual e nacional; número de pessoas imunizadas com a primeira dose superou o total de casos positivos.


Boletim da Secretaria Municipal de Saúde de terça-feira (16), atualizado às 18h08, aponta que 9.803 pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra Covid-19. O número representa 10,28% da população local. O índice está acima da média estadual, de 6,43%, e é mais que o dobro do percentual nacional, que é 4,91%.

A segunda dose foi aplicada em 4.114 pessoas. Ao todo, foram aplicadas 13.917 doses no município. Em Votuporanga, o número de pessoas vacinadas com a primeira dose contra a Covid-19 ultrapassou o de infectados pelo Coronavírus, que chegou a 9.283 casos positivos.  

Atualmente, o público-alvo são idosos com idade entre 75 e 76 anos. Na segunda-feira (22), conforme dados do Governo do Estado, deve começar a vacinação para pessoas com 72 a 74 anos; e no dia 29, com idade entre 70 e 71 anos. O início efetivo da imunização para este público depende da entrega das vacinas pela Secretaria Estadual de Saúde.  

As vacinas estão disponíveis nas unidades de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e também pelo sistema drive-thru na Unidade de Saúde da Família “Carmem Martin Maria Morettin” (Paineiras) e Consultório Municipal “Martiniano Salgado” (Pro-Povo). Para receber a vacina basta apresentar documento de identificação com foto, cartão SUS, CPF e comprovante de endereço. 

Segundo a secretária municipal da Saúde, Ivonete Félix do Nascimento, Votuporanga tem cumprido com o cronograma do Plano Estadual de Imunização. “O público-alvo e as doses são controlados pela Secretaria Estadual de Saúde. Tão logo recebemos, as disponibilizamos para as unidades de saúde aplicar na população”, explicou.  

Apesar do avanço da vacinação, o momento é de cautela. “Infelizmente, os casos estão avançando e de forma muito grave, por isso é preciso manter as medidas de distanciamento e isolamento social. Fique em casa. Só saia se for necessário. Não faça aglomeração, pois não é hora de comemorar ainda. E use máscara sempre e mantenha os hábitos de higiene. Com essas medidas agora e ampliando a imunização, vamos vencer essa guerra”, disse.