‘Vai ter paciente no corredor’, diz secretário da Saúde de SP após convocar médicos voluntários e anunciar ‘operação de guerra’

264

‘Nós precisamos de ajuda, porque estamos em guerra’, disse Jean Gorinchteyn nesta sexta-feira (5), em coletiva na qual governador João Doria anunciou criação de novo hospital de campanha.


O secretário da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, anunciou nesta sexta-feira (5) uma “operação de guerra” no sistema de saúde para acolher pacientes com Covid-19 no estado que inclui a convocação de profissionais de saúde voluntários. O governador João Doria (PSDB) anunciou ainda a criação de um novo hospital de campanha, que deve ser detalhada na próxima segunda-feira (8). 

Em entrevista a jornalistas no Palácio dos Bandeirantes, o secretário pediu ajuda a conselhos regionais de profissionais de saúde para que voluntários possam auxiliar no atendimento da linha de frente e admitiu que pacientes sejam atendidos nos corredores de hospitais, desde que não fiquem desassistidos. 

“Nós vamos continuar abrindo leitos dentro dos hospitais. Abriremos em qualquer lugar desses hospitais: seja nos anfiteatros, seja nos ambulatórios, seja nos corredores. Ah, paciente no corredor? Vai ter paciente no corredor, o que nós não queremos é paciente desassistido”, disse Gorinchteyn. 

“Nós precisamos agora do apoio dos conselhos regionais de classe: do Conselho Regional de Medicina, do Conselho Regional de Fisioterapia, do Conselho Regional de Enfermagem, para que nos ajudem com voluntários. Nós precisamos de ajuda. Porque estamos em guerra”, afirmou. 

A secretaria da Saúde foi questionada sobre como deve ocorrer a convocação de profissionais voluntários, mas não retornou até a última atualização desta reportagem. 

Durante a coletiva de imprensa, o secretário apresentou ainda os indicadores de saúde do estado, que teve recorde de mortes por Covid-19 em 24h nesta semana, além do maior índice de ocupação de UTIs desde o início da pandemia e também o maior total de pacientes internados com confirmação ou suspeita da doença. 

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou a criação de um novo hospital de campanha para atender pacientes com Covid-19. No entanto, Doria não detalhou como será a nova estrutura. 

“Na próxima segunda-feira nós vamos anunciar um novo hospital de campanha. Hoje pela manhã eu pedi que fosse liberado recurso para implantação, o mais rápido possível, de um hospital de campanha aqui na capital. Não dependerá pra prefeitura, mas sei que ela está preocupada. O governo do estado vai anunciar na próxima segunda-feira um hospital de campanha”, disse Doria. 

Durante a coletiva de imprensa, o governador também comentou a declaração do secretário da Saúde sobre pacientes nos corredores. 

“Entendo a preocupação de um infectologista como o Dr. Jean, mas nós não queremos atender pacientes em corredores, queremos atender pacientes em quartos, de forma digna, e é o que vamos fazer aqui no estado de São Paulo”, disse Doria. 

De acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde, foram registrados 13.072 casos da doença nas últimas 24 horas, totalizando 2.093.924 casos confirmados do novo coronavírus desde o início da pandemia.  

*Com informações do g1