Secretaria da Saúde alerta população também para a prevenção da Dengue

113

Trabalhos de prevenção e visitas às residências continuam mesmo em período de pandemia; todos os agentes estão vacinados.


Em meio à pandemia da Covid-19 que estamos vivendo, a Secretaria Municipal da Saúde da Prefeitura de Votuporanga alerta a população sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chicungunya e febre amarela.

De acordo com dados da Vigilância Epidemiológica, nos três primeiros meses deste ano já foram registrados 149 casos positivos e outros 146 exames coletados aguardam os resultados.  Nenhum óbito foi registrado até o momento. Em 2020, foram 9.166 positivados e quatro mortes, um do sexo masculino, de 99 anos, e três do sexo feminino com idades entre 63 e 84 anos.

“Os bairros com maior índice de infestação por larvas do mosquito Aedes aegypti, segundo a Avaliação de Densidade Larvária (ADL) realizada em janeiro deste ano, são os da área central, atendidos pelas Unidades de Saúde Policlínica e Vila Paes, seguidos pelos bairros da Zona Norte (Parque das Nações, Pró-Povo, Colina e Pozzobon). Porém, o índice é alto em toda a cidade, o que nos leva a necessidade de redobrar os cuidados”, ressalta Samara Del Pino Fernandes, responsável pela Vigilância Ambiental.

Medidas preventivas

Como prevenção, o Secez (Setor de Controle de Endemias e Zoonoses) orienta à população a manter os cuidados permanentemente em suas residências, como deixar os quintais sempre limpos; verificar recipientes que possam acumular água, como por exemplo, garrafas, pratos de vasos de plantas e sacolas plásticas; limpar calhas; tampar caixas d’agua, utilizar produtos como detergente e sabão em pó diluídos em água nos ralos internos e externos, a fim de se evitar a proliferação do vetor. É igualmente importante lavar os bebedouros dos animais com água, bucha e sabão.

O trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias é realizado seguindo os protocolos de segurança, além do uso de EPIs, como máscaras descartáveis e luvas de procedimento e também respeita o distanciamento. “As visitas são apenas do lado de fora da casa, nos quintais. Eles não entram nas residências e também estão todos vacinados contra a Covid-19. É muito importante que a população permita que este trabalho seja realizado”, explicou Samara.

O trabalho tem como finalidade controle de criadouros, nebulização, vistoria em pontos estratégicos (ferro velho, locais que armazenam materiais recicláveis, etc) e imóveis especiais, como por exemplo, as escolas.

Mutirão

Para ajudar no combate à proliferação do mosquito, em fevereiro deste ano foram realizados dois mutirões pela Prefeitura, onde agentes de saúde percorreram residências, nas quatro regiões da cidade, orientando a população sobre como fazer a prevenção para reduzir a propagação de novos casos.

Denúncia

A população pode denunciar terrenos e imóveis com lixo, entulhos e outros, por meio da Ouvidoria Geral do Município e também pelo 0800 770 3175, além dos telefones (17) 3406-3175 e 3406-3181. Não é necessário se identificar, apenas informar endereço completo.

Após a denúncia, são verificados os responsáveis e solicitada a limpeza. Em caso de descumprimento, o caso é encaminhado à Vigilância Sanitária, que tem o poder de autuação e o valor da multa pode variar de 100 a 5000 UFMs (R$ 4,0246 no ano vigente).

Sintomas 

Tanto a dengue quanto o Coronavírus, possuem sintomas parecidos que podem confundir as pessoas. As semelhanças são febre, dor muscular, articular e de cabeça, dor ao redor dos olhos, enjoo e vômito.

*Foto: prefeitura de Votuporanga