Santa Casa: fim de semana de oração e fé

125

As Igrejas de Votuporanga/SP promoveram ações de clamor a Deus.


União, fé e esperança. O final de semana foi repleto de orações em prol daqueles que tanto necessitam de renovação. As Igrejas de Votuporanga promoveram ações de clamor a Deus, na Santa Casa. 

Na sexta-feira (2), aproximadamente 70 pessoas da Igreja Universal “abraçaram” o Hospital. Eles pediram pelos profissionais de saúde, pelos pacientes internados e também pelas famílias enlutadas. “O quadro de COVID-19 tem se agravado a cada dia, mesmo com o esforço de todos. Resolvemos unir a nossa fé, pois sabemos que nossa mão é limitada, mas Deus age”, disse Rodolfo Gomes, pastor da Sede da Universal. 

Ele ressaltou o poder da oração. “Jesus disse que onde duas pessoas ou mais estivessem reunidas, ali Ele estaria. Cremos que Deus vai mover a mão para reduzir casos, renovar forças dos profissionais de saúde e essa pandemia vai passar. Apelamos ao céu, que não está de quarentena”, complementou. 

A vereadora Jezebel Silva estava presente e comentou sobre a iniciativa. “Nosso país é laico, não é momento de dividir religiões, mas nos unirmos em uma só fé, para juntos fazermos um clamor. Que Deus tenha misericórdia e cure nossa terra que está doente”, afirmou. 

Visita do Santíssimo Sacramento 

No domingo (4/4), foi a vez do padre Adão dos Reis, da Paróquia Santa Joana, percorrer o Hospital para a visita do Santíssimo Sacramento. Ele esteve nas alas de internação e setores administrativos, abençoando os enfermos e os colaboradores. 

Para o padre, é um momento de reflexão e resgate da fé. “A importância desse movimento é estarmos levando aqueles que estão passando pelas situações de enfermidade, os colaboradores que estão cuidando do próximo, esse mesmo Jesus que nos dá a força e a saúde necessária para o sustento da vida, e com essa certeza, trazemos aquilo que acreditamos como salvação”, disse. 

O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, agradeceu a todos. “Estamos vivendo um período muito difícil. É um ano de pandemia, de muito trabalho. Essas ações renovam nossas forças, nos abraçam e nos fazem lutar em prol daqueles que tanto necessitam. Que Deus abençoe vocês”, finalizou.