Possibilidade de faltar oxigênio deixa Votuporanga em alerta; prefeitura tenta garantir estoque

169

Em vídeo publicado em uma rede social, Esmeraldo Cristiano, prefeito de Pontes Gestal/SP, explicou o momento difícil enfrentado no município e suscitou a possibilidade de faltar oxigênio medicinal, um insumo hospitalar indispensável para tratar os pacientes da Covid-19.


O depoimento do prefeito de Pontes Gestal/SP, Esmeraldo Cristiano (PSDB), em uma rede social, falando sobre o agravamento da pandemia da Covid-19 evidenciou o drama enfrentado pelo município. “Estou fazendo esse vídeo, para explicar para vocês a realidade do nosso município, a coisa tá muito feia. Tem três pacientes nosso que está no posto de saúde procurando vaga e gente liga, liga (…) estamos fazendo de tudo para encontrar essa vaga, mas não tá conseguindo. E para assustar a gente, a empresa que entrega o oxigênio falou que vai faltar oxigênio”, explicou Cristiano.

Em seguida, o prefeito cita um pedido de Jorge Seba, prefeito de Votuporanga/SP e comenta sobre a possibilidade de faltar oxigênio no município, referência regional no enfrentamento ao Covid-19: “… o Seba, prefeito de Votuporanga, me ligou agora falando se não tenho oxigênio para emprestar, porque vai acabar o oxigênio aqui e não tá achando. Gente, tá muito preocupante, vai começar morrer gente demais”. 

O prefeito de Pontes Gestal, continua o vídeo comentando que está à procura de um ventilador, respirador, para auxiliar no tratamento de pacientes no município; e finaliza pedindo união da população para que todos “usem máscaras, álcool em gel nas mãos” e “rezar, pedir para Deus”. 

Procurada pelo Diário de Votuporanga, a prefeitura informou em nota que: “A Secretaria da Saúde informa que o consumo de oxigênio saltou de 100 m³ por semana para 400 m³ por dia, ficando, portanto, uma demanda maior que a oferta disponível no mercado em geral. No entanto, não houve desabastecimento. Para manter os estoques frente a alta demanda, a Secretaria está diversificando fornecedores para aquisição não só de cilindros de oxigênio como também de insumos em geral”.