Polícia investiga se abuso sexual foi a motivação para homem matar o padrasto da ex em Tanabi

264

Segundo a Polícia Civil, enteada afirmou à polícia que o ex-namorado sabia que ela havia sido abusada pelo padrasto; suspeito, que foi preso, teria dito que ‘iria dar uma prova de amor para ela’. Corpo tinha perfurações de tiros e lesões de faca.


A polícia investiga se um caso de abuso sexual foi a motivação para um homem matar o padrasto da ex-namorada em Tanabi/SP. A vítima foi encontrada morta dentro de casa, na quinta-feira (6), com três perfurações de tiro e lesões de faca. O suspeito foi preso em São José do Rio Preto/SP horas após o crime.

Segundo a Polícia Civil, após o padrasto, de 51 anos, ser encontrado morto, os policiais começaram as buscas por suspeitos. A enteada da vítima contou à polícia que havia sido abusada pelo homem e que o ex-namorado sabia do crime.

Ainda conforme a Polícia Civil, a mulher afirmou à polícia que o ex-namorado havia dito que “iria dar uma prova de amor para ela” e que “tomaria uma atitude que nunca tomaram por ela”.

Os policiais descobriram que o suspeito se ausentou do trabalho na tarde de quarta-feira (5) e durante toda a quinta-feira (6).

O homem, de 39 anos, foi localizado em São José do Rio Preto e preso. Ele foi levado à Divisão Especializada de Investigações Criminais (DEIC) e confessou o crime.

Segundo a polícia, o suspeito informou que jogou a arma de fogo e a faca usadas no crime em um caminhão.

A Polícia Civil informou também que o suspeito possui passagens criminais por extorsão mediante sequestro, roubo, tentativa de roubo, disparo de arma de fogo e é ex-integrante de uma facção criminosa.

*Com informações do g1