Votuporanga apresenta preparo satisfatório para a longevidade da população

572

O Instituto de Longevidade Mongeral Aegon lançou a segunda edição do Índice de Desenvolvimento Urbano para a Longevidade (IDL), que tem como objetivo avaliar o preparo de 876 municípios brasileiros para a longevidade da população. Presente no estudo, Votuporanga está em 8° lugar no ranking de cidades pequenas, que é composto por municípios até 104 mil habitantes, aproximadamente. De acordo com os resultados, que levam em consideração 50 indicadores, o município apresenta preparo satisfatório para a longevidade.

Foi apontado que

Votuporanga foi, entre as cidades pequenas, a mais bem avaliada na categoria Educação e Trabalho. Essa colocação, somada a bons resultados em outras variáveis como Finanças e cuidados de saúde, levou o município à 8ª posição no ranking geral. Um dos destaques de Votuporanga foi o índice de desenvolvimento municipal para a educação, apontado pela Firjan. Em adição, a cidade exibe a quinta menor distorção idade-série entre as quase 600 cidades pequenas avaliadas. Votuporanga oferece ainda uma das dez maiores cargas horárias diárias médias entre essas cidades. Por fim, o município tem uma das cinco maiores ofertas de profissionais de enfermagem entre as cidades pequenas.

Precisa ser trabalhado

Na variável que Votuporanga lidera nesta edição do IDL não se constata o mesmo cenário favorável em todos os indicadores. A esse respeito, a conectividade das escolas em banda larga não se apresenta entre as 400 maiores. O número de acidentes de trânsito com mortes apresenta-se merecedor de política, já que a cidade não se encontra entre as 200 de menor ocorrência desse tipo de evento. Mesmo Votuporanga estando entre as 20 cidades de melhor desempenho em Finanças, a alocação de investimentos não está entre os 550 maiores, considerando as quase 600 cidades Pequenas nesta edição do IDL.

“O papel do IDL é ser uma ferramenta prática que contribua diretamente para que os gestores públicos desenvolvam políticas que melhorem a qualidade de vida nas cidades. Da mesma forma, é um importante aliado para que a sociedade conheça de forma objetiva a realidade de seus municípios e, com isso, possa escolher melhor os seus próximos representantes, principalmente em um ano de eleição municipal”, explica Henrique Noya, diretor-Executivo do Instituto de Longevidade Mongeral Aegon.

Votuporanga

Do loteamento de uma fazenda dada como parte de pagamento a uma exportadora alemã em plena crise da cultura cafeeira, nasceu a vila, em 1937, no noroeste do estado. Hoje com 94 mil habitantes, a cidade das brisas suaves se destaca pelos seus elevados índices econômicos e sociais. Votuporanga é um dos maiores polos moveleiros do país, sedia dois campi universitários com 33 cursos de graduação e espalha alegria com o bloco Oba! numa das melhores micaretas do interior, o Carnavotu.