PANDEMIA – Santas Casas de Votuporanga e Jales suspendem cirurgias eletivas

467

Segundo hospitais, faltam medicamentos para anestesia no mercado por causa do avanço das internações por coronavírus.

As Santas Casas de Votuporanga e Jales  suspenderam as cirurgias eletivas por causa da falta de medicamentos. O aumento dos casos de coronavírus tem feito crescer o consumo da medicação para internações. Os hospitais afirmam dificuldades para comprar os medicamentos.

Em Votuporanga, a Santa Casa faz desde maio apenas cirurgias de urgência e emergência, já que o estoque dos remédios está crítico, sem previsão para chegar mais medicamentos.

Na semana passada dois hospitais do noroeste paulista já tinham tomado as mesmas medidas por causa da falta de medicamento. Na quinta-feira, 11, o Hospital de Base de São José do Rio Preto decidiu suspender todos os procedimentos eletivos, aqueles que são agendados, por causa da pandemia do coronavírus. Os procedimentos suspensos são aqueles que utilizem medicamentos de sedação e relaxamento muscular, como cirurgias e exames.

Já na sexta-feira , 12, a Fundação Padre Albino de Catanduva anunciou a suspensão dos procedimentos eletivos nos hospitais Padre Albino, São Domingos e Emílio Carlos por causa da pandemia do coronavírus.

De acordo com a Fundação, a medida foi necessária porque faltam medicamentos anestésicos, sedativos e relaxantes musculares utilizados em pacientes que necessitam de ventilação mecânica.