Novos públicos podem se vacinar contra a gripe em Votuporanga 

163
Foto: Reprodução

Professores, pessoas com deficiência, pessoas com comorbidades e povos indígenas podem receber a dose do imunizante.


A Secretaria Municipal da Saúde de Votuporanga/SP segue com o avanço no calendário da campanha de vacinação contra a Gripe. Nesta segunda-feira (9.mai), iniciaram a vacinação de professores, pessoas com deficiência, pessoas com comorbidades e povos indígenas. As doses estão disponíveis em todas as unidades de saúde, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. 

Além deste novo público, continuam sendo vacinados idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores da Saúde, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas. 

Até o momento, foram vacinadas mais de 12,3 mil pessoas o que representa cerca de 40% do público estimado, sendo 9.567 idosos, 1.936 trabalhadores da Saúde, 732 crianças, 95 gestantes e 7 puérperas. 

Por fim, a partir do dia 16 de maio, entra o último grupo formado por caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, das Forças de Segurança e Salvamento, das Forças Armadas, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade e adolescentes e jovens (12 a 21 anos) sob medidas socioeducativas. 

A vacina contra a influenza é trivalente e composta pelos vírus H1N1, a cepa B e o H3N2, do subtipo Darwin, que causou os surtos de gripe no final do ano passado. O imunizante é uma das medidas de prevenção mais importantes para proteger contra a doença, além de contribuir na redução da circulação viral na população, bem como suas complicações e óbitos, especialmente nos indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco. 

Sarampo 

Junto com a campanha de vacinação contra a Gripe, a Secretaria Municipal da Saúde de Votuporanga também segue com a campanha de imunização contra o sarampo voltada para trabalhadores da Saúde e crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses de 29 dais). As doses também estão disponíveis em todas as unidades de saúde, das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira. 

Segundo orientações do Documento Técnico emitido pelo Governo do Estado, a vacinação das crianças contra o Sarampo será de forma indiscriminada, ou seja, todas as crianças desta faixa etária receberão uma dose da vacina. 

O sarampo é uma doença infecciosa, aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito, particularmente em crianças menores de um ano de idade. Apesar dos esforços empreendidos desde o início do programa de eliminação da doença, nos últimos anos, casos de sarampo têm sido reportados em várias partes do mundo e segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), muitos países permanecem endêmicos para o sarampo, principalmente, aqueles com baixa cobertura vacinal e com bolsões de não vacinados. É o caso do Brasil, que desde 2018 vem registrando surtos de sarampo, e desde 2019, voltou a ser endêmico para esta doença, o que levou à perda do certificado de país livre do sarampo.