Brasil jogará 6 vezes em setembro e outubro e desfalcará clubes

114

A Fifa aumentará em três dias as janelas que os jogadores poderão ficar com as seleções no período, totalizando então 12 dias e não os usuais nove. Já há uma previsão de dias de partidas, inclusive: 2, 6 e 10 de setembro e 7, 11 e 15 de outubro.

As duas rodadas adiadas de março das Eliminatórias serão diluídas nas datas Fifa de setembro e outubro, como pré-acordado entre Conmebol e Fifa. A federação internacional vai oficializar em maio, mas o Brasil e as outras nove seleções do continente já sabem que jogarão três vezes nesses dois meses.

A Fifa aumentará em três dias as janelas que os jogadores poderão ficar com as seleções no período, totalizando então 12 dias e não os usuais nove. Já há uma previsão de dias de partidas, inclusive: 2, 6 e 10 de setembro e 7, 11 e 15 de outubro. Algum ajuste pode ser feito a pedido de empresas detentoras dos direitos de transmissão, mas há pouca flexibilidade para alterações, já que os times precisam de ao menos 72 horas de diferença entre os confrontos.

O Brasil jogaria contra os seguintes adversários, não nessa ordem, que ainda vai ser definida pela Conmebol:

  • Setembro: Chile (fora, pela 9ª rodada), Peru (casa, pela 10ª rodada) e Colômbia (fora, pela 5ª rodada adiada de março);
  • Outubro: Venezuela (fora, pela 11ª rodada), Uruguai (casa, pela 12ª rodada) e Argentina (casa, pela 6ª rodada adiada de março).

Os três dias a mais em cada uma dessas janelas impactam em mais jogos perdidos pelos jogadores que estiverem convocados — a CBF não vai parar o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil durante esses períodos.

Em setembro, os atletas chamados já perderiam a partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil, se seus times estiverem lá, e a 20ª rodada da Série A. Agora ficam fora também do primeiro confronto semifinal da Copa do Brasil. Já em outubro era certo o desfalque nas rodadas 24 e 25 da Série A, mas agora também não voltarão a tempo de atuar na 26ª.

Na data Fifa de junho, prevista para 31 de maio a 8 de junho, a Conmebol organizará as rodadas 7 e 8, com a seleção brasileira encarando o Equador no Beira-Rio, em Porto Alegre, e o Paraguai, em Assunção. Na sequência, o time de Tite viajará à Colômbia para a Copa América a partir de 14 de junho — a final está marcada para 10 de julho.

As Eliminatórias para a Copa de 2022, no Qatar, terão duas rodadas em novembro de 2021, duas em janeiro/fevereiro (data Fifa extra por causa da pandemia) e duas em março de 2022. Em abril a Fifa vai sortear os grupos já com os quatro classificados diretos da América do Sul confirmados — o quinto disputará uma repescagem, em junho, contra rival de outro continente.

*Com informações do UOL