Bolsonaro autoriza atuação de policiais e bombeiros em escolas públicas

578

Decreto presidencial prevê as novas funções no regulamento para as polícias militares e corpos de bombeiros, iniciativa editada e publicada em 1983

O presidente da República, Jair Bolsonaro, publicou decreto, na última quinta-feira (25), autorizando policiais e bombeiros a atuarem em unidades de ensino cívico-militares.

A medida é válida para oficiais militares da ativa e permite que eles atuem na gestão de escolas públicas estaduais, distritais e municipais.

O decreto de Bolsonaro ainda autoriza que os policiais e bombeiros atuem na administração de unidades de conservação ambiental, bem como em órgãos do Poder Legislativo.

O ministério da Educação, do titular Abraham Weintraub, pretende implementar 108 escolas cívico-militares até 2023. A ideia é que, a cada ano, haja 27 novas unidades do modelo, uma por unidade da federação.