A pedido de Fausto Pinato, Ministério da Defesa será chamado na Câmara para discutir a internet 5G

799

Em reunião na quarta-feira (10), por meio de videochamada, Pinato ponderou que o Ministério da Defesa precisa ser ouvido para que apresente dados técnicos sobre a internet 5G e seus riscos à segurança nacional.


A presidente do Grupo de Trabalho (GT) da Câmara dos Deputados que analisa a implantação da internet 5G no Brasil, deputada federal Perpétua Almeida, acolheu o pedido feito pelo deputado federal Fausto Pinato (PP-SP) e irá chamar o Ministério da Defesa, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e autoridades nacionais da área de proteção de dados para participar da próxima reunião, marcada para o dia 24 deste mês. 

Na reunião desta quarta-feira (10), por meio de videochamada, Pinato ponderou que o Ministério da Defesa precisa ser ouvido para que apresente dados técnicos sobre a internet 5G e seus riscos à segurança nacional. 

“Faltou [neste debate] o Ministério da Defesa do nosso país, porque sabemos que o relator [da proposta do leilão do 5G] embasa toda a desconfiança na questão do 5G no ministério da defesa norte-americano, o qual lançou boatos de espionagem por meio de uma reportagem, unilateralmente”, destacou o parlamentar. 

Fausto Pinato também demonstrou preocupação tanto com a estimativa de custos de implantação do 5G no Brasil, de R$ 7 bilhões, quanto com o prazo de implantação aumentado para dois anos, conforme o relatório da Anatel. “Essas mudanças vão afetar o PIB do Brasil. Esse valor vai ser repassado ao consumidor? Será que todo esse empecilho é para proteger o país? É importante discutirmos esses pontos juntamente com o Ministério da Defesa”, reforçou o parlamentar.