2×2 – Votuporanguense empata com o XV de Piracicaba

255
Empate importante do CAV em Piracicaba - Divulgação Votuporanguense

O time piracicabano cochilou no final e facilitou o empate da equipe de Votuporanga.

 

Piracicaba, SP, 19 (AFI) – O XV de Piracicaba tinha a ‘faca e o queijo’ na mão, abriu 2 a 0, mas cedeu o empate ao Votuporanguense por 2 a 2 na tarde desta quarta-feira, em pleno estádio Barão de Serra Negra, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2, a primeiro após a paralisação por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus.

O resultado frustra a estreia com o pé direito de Evaristo Piza no comando piracicabano. O XV perdeu a oportunidade de encaminhar a vaga para a próxima fase e acabou ficando na sétima colocação, com 20 pontos, quatro do líder Taubaté. O Votuporanguense, por outro lado, segue na zona de rebaixamento, com dez. O Penapolense, fora, soma 12.

RELÂMPAGO!

O XV de Piracicaba foi fulminante no primeiro tempo. O Alvinegro entrou em campo ligado no 220W, não deixou o Votuporanguense se acostumar com o campo e abriu o placar logo aos quatro minutos. Daniel Costa recebeu pela esquerda e colocou no capricho na cabeça de Raphael Macena. O atacante desviou para fazer 1 a 0.

O ímpeto do XV continuou. Aos 12 minutos, Daniel Costa colocou Macena em velocidade, entre os zagueiros adversários. O atacante chutou na saída do goleiro para fazer o seu segundo na partida. Após construir grande vantagem, o time alvinegro tirou o pé e deixou o Votuporanguense crescer.

Foi aí que começou a brilhar a estrela do goleiro Mota. O arqueiro fez três boas defesas só no primeiro tempo para assegurar o resultado a favor do XV. O sistema defensivo do Nhô Quim também apareceu bem. Walfrido, por exemplo, tirou uma em cima da linha.

MOVIMENTADO!

O XV voltou para o segundo tempo postado no contra-ataque e foi controlando a pressão exercida pela equipe visitante, muito pela atuação de Mota, que continuou pegando uma atrás da outra. Em uma delas, fez um milagre na tentativa de Carlos César.

Mas a atuação destacada de Mota durou até aos 40 minutos. O goleiro deixou uma bola escapar de suas mãos, que sobrou para Alvinho. O atacante, com o gol totalmente aberto, só empurrou para o gol. O Votuporanguense, então, foi para o abafa, e buscou o empate, novamente, com Alvinegro, aos 48, após falha grotesca da defesa da equipe piracicabana.

PRÓXIMOS JOGOS

Na próxima rodada, o Votuporanguense encara o São Caetano na quarta-feira, às 15h, no estádio Gilbertão, em Lins. No mesmo dia e horário, o XV de Piracicaba visita o São Bernardo no Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo.