Votuporanguense goleia Comercial na estreia da Copa Paulista

131
Foto: Rafael Bento/Votuporanguense

Em Ribeirão Preto/SP, após primeiro tempo congestionado dos dois times, Pantera Alvinegra acorda no segundo e mata a partida em 16 minutos.


O elenco do aguerrido técnico Thiago Oliveira precisou de 16 minutos de bola rolando em alto nível, para o Votuporanguense fazer 3 a 0 no Comercial e fechar com vitória a estreia na Copa Paulista 2021, na tarde desta terça-feira (14), em Ribeirão Preto/SP. Os dois times fizeram um primeiro tempo congestionado, demonstrando pouco entrosamento, e o CAV contou com sua dupla de zaga e com o goleiro Talles para garantir o placar.

O início da partida foi truncado e a disputa se tornou monótona. O primeiro bom lance do jogo veio aos 14 minutos, com a Votuporanguense, com Israel que cabeceou fraco após lançamento de Nicolas.

A jogada se repetiu aos 40 minutos, mas o zagueiro Diogo Rangel conseguiu afastar para os donos da casa, que respondeu minutos depois, também com bola aérea. Mas a falta cobrada por Renato foi muito alto para a conclusão de Caio Vieira.

Aos 45 minutos, Willian Medina escapou pela direita após uma linda jogada do meio-campo do Comercial. Ele fez o corte e bateu na saída do goleiro, mas o zagueiro André tirou a bola para escanteio quase que em cima da linha, salvando o CAV.

O que faltou de emoção no primeiro tempo, sobrou no segundo. Logo aos 7 minutos, o Leão do Norte deu a impressão de que iria massacrar, chegando duas vezes ao gol, mas pecando na pontaria.

Mas aos 8 minutos, após boa jogada de Israel, com habilidade e raça, a bola cruzada rasteira sobrou na entrada da área, onde o volante Vinícius Diniz bateu rasteiro no canto direito de Jordan.

O Comercial mal conseguiu reagir com um chute por cima do gol de Luís Roberto quando, aos 12 minutos, Israel recebeu do lado esquerdo da intermediária e bateu bonito, com força e precisão, para acertar o ângulo esquerdo de Jordan. Um verdadeiro golaço.

O placar seria fechado aos 16, após Léo Cunha cruzar da linha de fundo no lado direito, Marlon, livre na área, cabeceou a bola para o chão e ela morreu no canto direito de Jordan.

Os anfitriões até que tentaram, mas não tiveram forças para reagir ao domínio do elenco votuporanguense que preferiu garantir o resultado e cozinhar o jogo.

A surpresa ficou no comparativo entre os treinadores, enquanto o comandante do Comercial, Gustavo Marciano, procurava uma saída de forma mais contida; o aguerrido Thiago Oliveira queria mais e mais, mesmo com o CAV vencendo o confronto.

Após o apito final do árbitro Thiago Duarte Peixoto, o treinador do CAV analisou a estreia: “Primeiramente parabenizar os atletas, foi um jogo muito difícil. Eles [Comercial] vinham de uma pré-temporada com mais jogos que o nosso e a gente conseguiu nos superar. Tivemos algumas dificuldades, alguns erros de passes, e que o adversário teve até oportunidade de contra-ataque, mas tivemos a imposição do jogo. Era isso que a gente queria, nos impor. Esse foi só um passo e sabemos que temos que melhorar muito para continuar conquistando vitórias”, explicou Tiago Oliveira.

O treinador da Pantera Alvinegra aproveitou para agradecer toda comissão técnica e auxiliares por propiciar aos atletas a preparação necessária para o início do torneio e concluiu com uma frase emblemática: “Quero parabenizar o grupo, porque um time ganha partida, mas um elenco pode brigar por campeonatos”.

Agora, o Votuporanguense lidera o Grupo 1 ao lado do Botafogo-SP e volta para a Arena Plínio Marin, onde na próxima terça-feira (21), às 15h, recebe o Velo Clube.