Ville Hotel Gramadão destina meia tonelada de alimentos para Santa Casa

358

Mantimentos foram entregues para o Hospital, que atende diariamente 2.000 pacientes de diversas cidades.

Na pandemia do Coronavírus (COVID-19), a Santa Casa de Votuporanga tem recebido diversas manifestações de amor ao próximo e solidariedade. O Ville Hotel Gramadão é um grande parceiro, que vivencia o dia a dia da Instituição, beneficiando milhares de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

Nesta quinta-feira (18/6), a empresa destinou meia tonelada de alimentos para o Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital, responsável pelo fornecimento de 1.700 refeições diárias. Uma atitude generosa, que só comprova o quanto que a empatia e responsabilidade social fazem parte da família do Ville Gramadão.

Valmir Dornelas explicou sobre a iniciativa. “Incorporamos em nossa política doações para as instituições da cidade, especialmente no enfrentamento do Coronavírus. Diante da necessidade, já entregamos sabonetes, leites, alimentos não somente para a Santa Casa, mas para diversas entidades que assistem o público de risco. Estamos unindo forças, visando auxiliar a manutenção dos atendimentos “, contou.

Ele convidou seus amigos empresários a promover iniciativas beneficentes. “Acredito muito que estas ações devem ser reproduzidas por comerciantes, industriais e prestadores de serviço. Neste momento, todo apoio é bem-vindo, fazendo a diferença na nossa comunidade. Uma doação em uma apresentação musical ou até mesmo uma campanha interna de arrecadação de alimentos é capaz de salvar vidas!”, complementou.

O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, agradeceu todo engajamento. “Valmir é nosso diretor e esteve à frente do nosso Hospital como provedor. Sempre muito atuante, disposto a contribuir para o crescimento e desenvolvimento de nossa Instituição.  Não seria diferente no enfrentamento de uma doença como COVID-19. Agradecemos cada colaboração e, principalmente, cada incentivo para que mais pessoas possam contribuir e, assim, mantermos a qualidade e humanização de nossa assistência”, concluiu.