Vereadores reclamam de falta de remédio na cidade

625

Medicamentos baratos estão faltando. Segundo a Secretária de Saúde, as empresas distribuidoras não estão cumprindo seus compromissos.

Na última sessão da Câmara, o vereador Leonardo Brigagão, o Chandelly, pediu soluções sobre a falta de medicamentos na saúde pública de Votuporanga, depois de ter ouvido diversas reclamações sobre o tema.

Chandelly contou que esteve com a Secretária Municipal da Saúde, a enfermeira Márcia Regina, para cobrar explicações. A secretária contou que o problema era fora da prefeitura: “as empresas que venceram as licitações não estão cumprindo seus compromissos, e não estão trazendo medicamentos, não só pra Votuporanga, mas está em falta em vários municípios”, disse Chandelly, repassando as informações de Márcia Regina.

“Então a grande responsabilidade que eu vejo da falta de medicamentos de Votuporanga é com relação a essas empresas que participam do pregão, vencem as licitações e não cumprem com o que está lá, e ficam faltando medicamentos”, completou Chandelly.

Muitos outros vereadores pediram a palavra, um aparte para Chandelly. O vereador Serginho da Farmácia disse que esse problema é recorrente na cidade. “A Márcia disse a 90 dias atrás a mesma coisa. Tem alguma coisa errada aí”, disse Serginho.

Chandelly retomou a fala: “estou enviando um requerimento de informação solicitando umas informações porque o meu objetivo é realmente entrar no ministério público pela falta de medicação em Votuporanga”