Vereadores aprovam orçamento de R$ 430 milhões para 2022 

278
Foto: Jorge Honorio/Diário de Votuporanga

Texto final recebeu única emenda proposta pelo vereador Jura (PSB) que após aprovada pelos vereadores garantiu mais R$ 150 mil para a Secretaria da Cultura e Turismo.


A 44ª sessão ordinária desta segunda-feira (6) da Câmara Municipal de Votuporanga/SP aprovou por unanimidade o orçamento municipal para 2022, a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e o PPA (Plano Plurianual 2022-2025). A expectativa é de que o prefeito Jorge Seba (PSDB) tenha o equivalente a R$ 430 milhões para administrar o município no próximo ano.

A peça votada pelos vereadores foi amplamente debatida na Casa Legislativa, inclusive, em audiências públicas, e passou sem muita discussão entre os vereadores na sessão que marcou a aprovação do texto. Por fim, a única emenda ficou por conta do vereador Jura (PSB) que ampliou em R$ 150 mil os recursos para a Secretaria Municipal da Cultura e Turismo. Diante da modificação, a Pasta terá R$ 4,8 milhões para manter suas atividades.  

A lei prevê um orçamento de R$ 108 milhões para a Pasta de Educação, R$ 95 milhões para a Secretaria da Saúde, e R$ 15 milhões para o setor social, levando em consideração o Fundo Municipal de Assistência Social e os recursos do Fundo Social da Solidariedade. Para o Votuprev (Instituto de Previdência do Município), o repasse será de R$ 36 milhões. 

Voltando para as secretarias, a pasta que terá menos recursos a sua disposição será a de Transparência e Controladoria Geral. Edison Marco Caporalin, atual gestor, irá administrar apenas R$ 1,3 milhão. Emerson Pereira, dos Direitos Humanos, também não contará com muito para manter os trabalhos de sua competência. Serão apenas R$ 1,5 milhão, ou seja, cerca de R$ 125 mil/mês. 

Já para a Câmara Municipal, o orçamento liberou R$ 7,5 milhões de duodécimo, enquanto a Saev Ambiental tem uma estimativa de R$ 47,1 milhões de despesas.