TRAGÉDIA ANUNCIADA – Engenheiro aponta possível falha em sistema de proteção contra raios no Parque da Cultura

1839

A matéria publicada por este Diário, intitulada, “Câmera registra raio atingindo árvore no Parque da Cultura”, chamou a atenção do engenheiro mecânico Fauze Nassin Jorge, que reside em Votuporanga e que já trabalhou em montagens de usinas hidrelétricas, siderurgia, petróleo e gás, aeroportos, indústrias, frigoríficos, etc. Fauze comentou com o Diário que nas poucas vezes que frequentou o Parque da Cultura notou que não foi feito um Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas.

“O sistema tem falhas, pois do contrário um raio não poderia ter atingido uma árvore, mas deveria ter sido sim, barrado pelo sistema (para raios). O parque tem muitos corrimãos metálicos e guarda copos ao longo dos quais as pessoas encostam, árvores e descampados e até uma caixa d’água cilíndrica de aço. Se não existir mesmo um sistema de proteção contra raios eficiente ou nenhum, o que me parece ser, sinto em dizer, mas é uma tragédia anunciada!”, denuncia.