Santa Casa participa de Encontro sobre Aleitamento

639

Finalizando o Agosto Dourado, a Santa Casa de Votuporanga participou de uma capacitação para profissionais de saúde sobre aleitamento materno nos dias 28 e 29 de agosto, no Polo UAB – Universidade Aberta do Brasil.

A enfermeira responsável pela Pediatria, Renata Rálio, e a auxiliar de enfermagem, Mikaela Letícia Martinez, representaram a Instituição na qualificação promovida pela Prefeitura de Votuporanga. A atividade também fez parte da 9ª Semana do Bebê e teve como público-alvo médicos, enfermeiros, agentes comunitários de saúde, fonoaudiólogos, nutricionistas e dentistas.

Renata destacou sobre a importância do aleitamento. “O Encontro enfatizou o quanto é importante o papel da mãe e da família no incentivo à amamentação.  Os profissionais de saúde são primordiais no início desse processo, auxiliando o recém-nascido a mamar corretamente, fortalecendo este momento com a mãe”, disse.

A profissional explicou sobre o Agosto Dourado. “É uma campanha social pela maior consciência dos pais – tanto antes como após a gestação – quanto a importância do leite materno na alimentação dos primeiros anos de vida dos bebês. O leite materno é o alimento mais puro e mais completo. Além de fortalecer o vínculo afetivo, vale ouro. A cor escolhida para ação significa o padrão de qualidade”, complementou.

Entenda a importância desse ato de amor

O leite materno é o primeiro alimento da nossa vida logo quando chegamos ao mundo. É através dele que o corpo se desenvolve e é fortalecido, para que as mais variadas doenças sejam prevenidas. É um alimento crucial, pelo menos nos primeiros meses de vida, reduzindo assim o índice de mortalidade infantil, como divulga a Organização Mundial de Saúde, OMS:

“As crianças devem fazer aleitamento materno exclusivo até aos 6 meses de idade. Ou seja, até essa idade, o bebê deve tomar apenas leite materno e não deve dar–se nenhum outro alimento complementar ou bebida. A partir dos 6 meses de idade todas as crianças devem receber alimentos complementares (sopas, papas, etc.) e manter o aleitamento materno. As crianças devem continuar a ser amamentadas, pelo menos, até completarem os 2 anos de idade”, divulgou o órgão.

Benefícios do leite materno

Diferente dos demais tipos de leites que normalmente são comercializados, o leite materno contém todas as proteínas, gorduras, vitaminas, açúcares e água que uma criança precisa para se desenvolver, além dos anticorpos e glóbulos brancos que previnem as infecções e as doenças.