Rodovias de Votuporanga seguem sem previsão para reinstalação de radares

152

Os radares fixos das rodovias Péricles Bellini e Euclides da Cunha continuam desativados; fiscalização de velocidade continua sendo realizada pela Polícia Rodoviária por meio de radares portáteis.


As rodovias que cortam Votuporanga/SP, como à Péricles Bellini (SP-461) e Euclides da Cunha (SP-320), no trecho entre Mirassol/SP e a ponte Rodoferroviária na divisa com o Estado de Mato Grosso do Sul estão sem radares fixos desde o fim de janeiro e à situação segue indefinida, pelo menos, quanto à data prevista para religação dos equipamentos. 

Nesta quarta-feira (5), o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) informou ao Diário de Votuporanga que os radares foram removidos em decorrência do término de contrato e que “trabalha no edital de licitação para a contratação de novos equipamentos fixos”. 

Ainda segundo a nota, a fiscalização de velocidade continua sendo realizada pela Polícia Militar Rodoviária Estadual por meio dos radares portáteis, operados pelos agentes. “É importante que os motoristas respeitem os limites estabelecidos, para que sejam mantidas boas condições de segurança viária”, finaliza à nota.