Professor preso por maus-tratos diz à polícia que não cuidava de animais porque sofre de depressão

    49

    Segundo a Polícia Civil de Rio Preto/SP, oito cachorros e cinco gatos estavam em situação insalubre, sem água e comida.


    O professor de geografia de 55 anos preso na segunda-feira (12) por suspeita de maus-tratos alegou que não cuidava dos animais por causa de depressão, segundo o boletim de ocorrência. O caso foi registrado no bairro Jardim Nunes, em São José do Rio Preto/SP.

    De acordo com a Polícia Civil, a equipe recebeu uma denúncia e foi até a casa do suspeito. Nenhum morador estava no local, mas oito cachorros e cinco gatos foram encontrados no quintal sem água e comida.

    Durante a ocorrência, um dos vizinhos telefonou para o professor e ele alegou que não alimentava os animais porque estava com depressão e fazia tratamento com psiquiatra, ainda conforme o B.O.

    O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) foi acionado e um médico veterinário constatou a situação de maus-tratos. Os animais estavam em situação insalubre, aparentavam estar doentes e desnutridos, mas foram resgatados para tratamento.

    Perícia e Polícia Ambiental também foram ao local e lavraram uma autuação no âmbito administrativo.

    O professor de geografia foi preso e encaminhado para a Deic, onde permaneceu à disposição da Justiça.

    *Com informações do g1