Presidente da Alesp, Carlão Pignatari, participa de encontro com secretários estaduais e o prefeito de Votuporanga

271
Carlão Pignatari, presidente da Alesp, com o secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares, o prefeito de Votuporanga, Jorge Seba, e o dirigente de ensino José Aparecido Duran Neto. 

Entre os temas tratados, estavam construção de escola e de 180 moradias na cidade.


O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, deputado Carlão Pignatari, participou nesta quinta (8) da assinatura de convênio entre a Prefeitura de Votuporanga e a Secretaria de Estado da Habitação para construção de moradias. Na ocasião, também foi confirmada pelo secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares, a construção de uma escola na cidade.

O prefeito de Votuporanga, Jorge Seba, e o dirigente Regional de Ensino, José Aparecido Duran Neto, foram recebidos por Carlão na Presidência do Parlamento, em São Paulo. Na companhia dos secretários Rossieli e Flávio Amary (Habitação), eles firmaram os acordos e deram andamento aos processos administrativos. 

O convênio com a Secretaria da Educação vai construir uma escola com capacidade para 600 alunos no bairro Pacaembu, em Votuporanga. A nova unidade fará parte do Programa de Ensino Integral (PEI), do governo estadual, e atenderá alunos dos ensinos Fundamental e Médio. 

Já o acordo com a Secretaria da Educação vai construir 180 moradias para moradores dos bairros Matarazzo e Esmeralda. As novas unidades habitacionais vão possibilitar o desfavelamento na região, oferecendo moradia digna para a população votuporanguense. 

Jorge Seba agradeceu o empenho do Governo de São Paulo em atender duas necessidades urgentes da população. “Deixo meu agradecimento ao deputado Carlão e também aos secretários Flávio Amary e Rossieli Soares. Essas conquistas vão impactar positivamente na vida da população”, completou. 

Para Carlão Pignatari, as duas conquistas são muito significativas para a cidade. “Com certeza, elas vão possibilitar melhoria na qualidade de vida da população. Educação acessível e moraria digna devem ser prioridades”, disse o presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.