Por epidemia de coronavírus, tradicional jornal esportivo suspende circulação

795

Diário Lance! deixa de circular provisoriamente por conta das determinações que visam conter o contágio do vírus.

A pandemia do novo coronavírus não mexeu apenas com o calendário dos esportes no mundo todo, mas refletiu também na imprensa esportiva, responsável pela cobertura destes eventos.

Em nota veiculada no último sábado, o tradicional jornal Lance! informou que vai suspender a circulação da versão impressa por conta da epidemia do Covid-19. A decisão deve ser provisória e leva em conta o fechamento de bancas de jornais e menor circulação de pessoas nas ruas.

O diário Lance! está em atividade há quase 23 anos, tendo chego às bancas de jornais do Brasil em 26 de outubro de 1997.

CONFIRA A NOTA DO LANCE!

“A pandemia do coronavírus está mudando de maneira drástica a forma como nos comportamos. O recolhimento domiciliar é uma forte recomendação dos serviços de saúde pública e as autoridades começam a determinar o fechamento de locais públicos como shoppings, restaurantes, bares, cinemas, teatros entre outros. A sinalização é de que com a evolução da pandemia no nosso país estas medidas vão se aprofundar, como já estamos vendo em diversos países da Europa.

Com certeza, as bancas, que são nosso principal canal de distribuição, também serão afetadas.

Isto tudo está se tornando realidade: canais de distribuição fechados e uma circulação cada vez menor de pessoas nos levaram a tomar a decisão de suspender temporariamente a edição impressa do Diário LANCE!.

Os assinantes terão os dias ainda restantes das suas assinaturas devidamente compensados.

Contamos com a compreensão de todos os nossos leitores.

Os nossos profissionais continuam trabalhando na produção de conteúdo e você poderá acessá-lo por meio do nosso portal www.lance.com.br, pelo Instagram, pelo Facebook e pelo Twitter.

Com a participação de todos, nós vamos vencer estes momentos tão difíceis. Lembramos a todos para seguir as medidas de segurança, se protegerem, é que cada um na sua crença e na sua fé ajude da forma que puder a tantos e tantos que vão necessitar de toda a nossa solidariedade”.