Polícia Civil prende homem que teria estuprado e filmado abuso da enteada de seis anos em Rio Preto 

805

Segundo a corporação, a mãe da criança foi quem encontrou os vídeos no celular do suspeito. Na delegacia de polícia, ele assumiu o crime sexual e alegou que a enteada era quem se aproximava muito dele fisicamente.


Policiais civis da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de São José do Rio Preto/SP prenderam nesta quarta-feira (24), um homem de 38 anos acusado de ter estuprado a enteada de seis anos. 

Segundo a delegada, Dalice Ceron, que investiga o crime, a mãe da criança encontrou vídeos no celular do padrasto em que ele comete os abusos. Indivíduo que está desempregado, quando soube que a mulher havia descoberto o crime tentou fugir para o Estado do Pará. 

Ainda de acordo com a delegada, o suspeito disse em depoimento que os vídeos foram gravados em dezembro, mas a mãe da criança suspeita que os abusos possam ter ocorrido desde o começo da relação, em 2018. 

Após ser preso, o homem assumiu o crime sexual em depoimento na DDM, com a alegação de que a enteada era quem se aproximava muito dele fisicamente. 

Indivíduo foi encaminhado para uma cela da Delegacia Especializada em Investigações Criminais (Deic), separado dos demais preso, como determina as normas da Secretaria de Segurança Pública. 

A mãe da criança foi orientada encaminhar a filha para o Hospital da Criança e Maternidade (HCM) para que passe a ter acompanhamento especializado para vítimas de crimes sexuais.