Padrasto preso por abusar de enteada aproveitava distração da mulher para cometer crime, diz polícia

328
Homem foi preso suspeito de estuprar a enteada de 8 anos em Mirassol — Foto: Polícia Militar/Divulgação

Homem foi abordado após denúncia e preso em Mirassol (SP); policiais encontraram no celular do suspeito uma foto dele com a criança, de 8 anos, em cena de abuso sexual.

O padrasto que foi preso suspeito de abusar sexualmente da enteada, de 8 anos, em Mirassol (SP), alegou à polícia que aproveitava quando a mulher estava na cozinha ou tomando banho para cometer o crime em um dos cômodos da casa, segundo o boletim de ocorrência.

Ainda de acordo com o registro, o suspeito também afirmou aos policiais militares que teria abusado sexualmente da criança cerca de quatro vezes e que cometia o crime desde abril.

A prisão do homem ocorreu depois que uma parente da vítima fez denúncia e acionou uma equipe da Polícia Militar. Os policiais foram até o imóvel e, durante a abordagem, uma foto do abuso sexual com a criança foi encontrada no celular do suspeito.

O homem foi levado à delegacia, onde foi registrado um boletim de ocorrência por estupro de vulnerável e armazenamento de fotos de sexo explícito com menor. Em seguida, ele foi ouvido e liberado.

Moradores fizeram protesto na frente da delegacia de Mirassol para pedir prisão do padrasto suspeito de estuprar enteada — Foto: Julia Caputi/Mirassol Conectada

Contudo, a soltura do homem no sábado (29) causou a reação de moradores, que protestaram na frente da delegacia da cidade neste domingo (30). Após o ato de protesto, a Polícia Civil pediu a prisão preventiva do padrasto, que ficou preso à disposição da Justiça.

Ainda de acordo com a polícia, um exame de corpo de delito na menina foi solicitado, além de uma análise técnica do celular do suspeito.