Na fase laranja, Votuporanga pode ter evento até às 20h

398

Eventos, convenções e atividades culturais podem ocorrer desde que o público fique sentado, atendendo a 40% da capacidade do estabelecimento. Irregularidades devem ser denunciadas por meio do 190 da Polícia Militar, ou ligando no (17) 99711-6420 (Plantão da Vigilância Sanitária), de quinta a domingo, das 7h à meia-noite.


O ponto facultativo do Carnaval foi cancelado em Votuporanga/SP, assim como em grande parte do território brasileiro, em decorrência do enfrentamento da pandemia do Covid-19, na tentativa de conter o avanço do número de casos e mortes provocadas pelo coronavírus. Contudo, eventos irregulares são flagrados de maneira recorrente. 

De acordo com a última reclassificação do Governo de São Paulo, Votuporanga permaneceu na fase 2 (fase laranja) do plano SP de flexibilização econômica e, com isso podem funcionar: eventos, convenções e atividades culturais também podem ocorrer desde que o público fique sentado, atendendo a 40% da capacidade do estabelecimento, com funcionamento entre 6h e 20h e limitado ao máximo de 8 horas diárias, “mantendo-se a obrigatoriedade de controle de acesso e horário previamente agendado”. 

A Polícia Militar intensificará a partir desta sexta-feira (12) operações contra eventuais aglomerações que ocorram durante os dias em que aconteceriam o carnaval e, devem seguir até a próxima quarta-feira (17). 

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública, em seis dias, centenas de policiais militares participarão da fiscalização em conjunto nas cidades do estado. Terão ainda o apoio de aeronaves, cavalaria e viaturas. 

Foliões que estejam organizando festas poderão ser detidos pelos agentes de segurança e multados pela Justiça se forem pegos em desfiles de blocos de rua clandestinos e festas sem autorização. Eles serão levados para delegacias e depois liberados para responderem por crime contra a saúde pública. 

Em Votuporanga, as denúncias contra festas clandestinas e aglomerações podem ser dirigidas ao Plantão da Vigilância Sanitária, por meio do (17) 99711-6420, de quinta a domingo, das 7h à meia-noite. Fora desse período pelo 190 – telefone de emergência da Polícia Militar.