Moradora de Valentim Gentil é condenada por compra de CNH

561

Dois homens envolvidos com o crime também foram sentenciados. A mulher pagou pelo documento R$1,7 mil.

Uma moradora de Valentim Gentil e dois homens foram condenados por falsificação e uso de documento falso. A mulher foi detida com a carteira de motorista falsa pela Polícia Militar de Valentim Gentil, em um posto de combustíveis, em 2015.

Ao ser abordada a motorista admitiu que a CNH era falsa, tendo comprado por R$1.750,00, de um outro morador que teria intermediado a negociação com o falsário.

Durante a investigação os homens foram ouvidos e negaram a acusação, porém todos acabaram condenados. Ela pegou 2 anos de reclusão, com a substituição por prestação de serviço comunitário.

Um dos homens pegou 2,4 anos em regime aberto e o outro foi condenado a 2,8 anos em semiaberto. O crime é tipificado como falsificação de documento público. Os condenados recorreram da sentença.