Linense vence o Primavera e é campeão da Série A3 do Paulistão 

139

No dia do aniversário, Elefante venceu por 1 a 0 para conquistar a competição pela segunda vez.


Pela segunda vez em sua história, o Linense é campeão da Série A3 do Campeonato Paulista. No sábado (12), no estádio Gilbertão, em Lins/SP, o Elefante venceu o Primavera por 1 a 0 pelo duelo de volta da decisão e carimbou o título no dia em que completou 94 anos. O clube volta a levantar a taça da competição após 44 anos.

Depois do 0 a 0 no jogo de ida, disputado em Indaiatuba/SP, o Linense resolveu a partida de volta na primeira etapa, com gol do centroavante Henrique. O clube de Lins fecha a competição com chave de ouro depois do acesso confirmado na fase anterior, ao superar o Nacional. Antes disso, nas quartas de final, a equipe eliminou o São José. Já na primeira fase, o Linense foi apenas o 5º colocado. 

Apesar da perda do título, o Primavera cumpriu o objetivo principal, que era o acesso. O Fantasma avançou ao mata-mata como 7º colocado e eliminou Barretos e Votuporanguense para conquistar a vaga na final e na Série A2 da próxima temporada. 

Com a bola rolando… 

O duelo começou truncado, com poucas chances claras para os dois lados nos primeiros minutos. Aos poucos, porém, o Linense passou a ter maior controle do meio de campo e saiu na frente. Aos 23 minutos, Samuel foi acionado pelo lado esquerdo e cruzou na medida para Henrique, que completou para a rede. 

Depois disso, o time de Edison Só recuou as suas linhas e quem passou a ficar mais com a bola foi o Primavera. Contudo, os visitantes não mostraram muita criatividade e pouco ameaçaram o gol adversário. Assim, o Linense desceu com a vantagem mínima para o intervalo. 

Para a etapa final, o técnico Ademir Fesan tirou o volante João Pedro para a entrada do atacante Tiburcio e deixou o Primavera ainda mais ofensivo. A equipe cresceu em volume de jogo e chegou a colocar o goleiro Reynaldo para trabalhar. Enquanto isso, o Linense tentava apostar nos contra-ataques, mas faltava velocidade para a equipe chegar com mais perigo e matar o jogo. 

A reta final foi de muita emoção, com o Primavera completamente postado no campo de ataque. Contudo, voltou a brilhar a estrela de Reynaldo, que fez uma grande defesa aos 40 minutos para impedir o empate. O experiente Thiago Humberto ainda teve a chance de marcar o gol do título, mas finalizou nas mãos de André Luiz, aos 45. Ainda assim, o lance não fez falta, e o Linense pôde comemorar o título após o apito final do árbitro. 

*Com informações do escanteiosp