GP da Inglaterra: Hamilton larga da ponta em corrida classificatória 

146

Britânico disputou posição com Verstappen e, reduzindo diferença em cada segmento da sessão, superou o rival por 0s075; Bottas, seu companheiro de equipe, larga em terceiro.


Em um fim de semana diferente na Fórmula 1, no GP da Inglaterra, é Lewis Hamilton quem fecha esta sexta-feira (16) na frente, garantindo o primeiro lugar no grid de largada da inaugural corrida classificatória neste sábado, maior mudança recente no formato dos grandes prêmios. Na classificação de três segmentos no Circuito de Silverstone, o britânico voltou a colocar a Mercedes na frente e anotou 1m26s134 em sua melhor volta, superando Max Verstappen por 0s075. Valtteri Bottas, companheiro do heptacampeão, ficou com a terceira colocação. 

A largada da corrida classificatória do GP da Inglaterra será ao 12h30 deste sábado (horário de Brasília). 

Q1 – 18 minutos e cinco eliminados

Carlos Sainz, Lando Norris, Sergio Pérez e Valtteri Bottas ocuparam provisoriamente a ponta até Lewis Hamilton, após os cinco minutos iniciais do segmento, assumir a liderança com 1m27s160 em sua primeira tentativa. Porém, Max Verstappen respondeu o rival na metade da etapa e tomou a frente anotando 1m26s751, melhor marca do fim de semana até agora – superando seu próprio tempo de 1m27s035 no primeiro treino livre e o heptacampeão por 0s4.

Nos minutos finais, Carlos Sainz, Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel evitam a eliminação no Q1 enquanto Russell, em 15º, garante mais uma ida ao Q2, na nona colocação. Na bandeirada, Hamilton consegue melhorar sua própria marca e reduz a desvantagem em relação a Verstappen para apenas 0s035, ma permanece em segundo.

ELIMINADOS 

  • 16º YUKI TSUNODA (ALPHATAURI)
  • 17º KIMI RAIKKONEN (ALFA ROMEO)
  • 18º NICHOLAS LATIFI (WILLIAMS)
  • 19º MICK SCHUMACHER (HAAS)
  • 20º NIKITA MAZEPIN (HAAS)

Q2 – 15 minutos e cinco eliminados 

O Q2 se deu da mesma forma que terminou, com uma disputa apertada entre Verstappen e Hamilton. A primeira volta rápida do holandês, de 1m26s504, superou a marca de 1m26s602 estabelecida pelo heptacampeão da Mercedes ainda nos minutos iniciais do Q2, porém, a vantagem foi de apenas 0s098.

Nos últimos segundos, Hamilton melhorou sua própria marca e assumiu a ponta com 1m26s023, empurrando Verstappen, que não saiu dos boxes, para segundo. Carlos Sainz, que já tinha superado o colega da Ferrari, Charles Leclerc, pelo sétimo lugar com uma vantagem ínfima de 0s016, voltou a ficar na frente do companheiro e recebeu a bandeirada em quarto, 0s071 mais rápido que o monegasco. O destaque do segmento ficou com George Russell que, pela segunda vez em 2021, colocou a Williams no Q3 e avançou em sétimo – eliminando Fernando Alonso.

ELIMINADOS

  • 11º FERNANDO ALONSO (ALPINE)
  • 12º PIERRE GASLY (ALPHATAURI)
  • 13º ESTEBAN OCON (ALPINE)
  • 14º ANTONIO GIOVINAZZI (ALFA ROMEO)
  • 15º LANCE STROLL (ASTON MARTIN)

Q3 – dez minutos e disputa pela ponta

Hamilton e Verstappen iniciaram suas voltas rápidas ao mesmo tempo, enquanto Pérez, Sainz e Bottas se alternaram na primeira colocação temporária. Porém, antes do último retorno ao pitlane, foi o britânico da Mercedes quem levou a melhor e garantiu a ponta provisoriamente pra corrida classificatória, anotando 1m26s134 e superando o rival da RBR por 0s172. A dupla volta para a pista nos segundos finais do segmento; Hamilton não consegue melhorar sua marca, mas Verstappen, apesar de reduzir a desvantagem para o adversário, não sai do segundo lugar.

*Com informações do globoesporte