Governo de SP e CBF estudam liberar público em Brasil x Argentina pelas Eliminatórias 

214
Neo Química Arena vai receber Brasil x Argentina — Foto: Marcos Ribolli

Ideia inicial é ocupar no máximo 30% da Neo Química Arena, palco da partida.


O governo do estado de São Paulo e a CBF estudam a possibilidade de liberarem a presença de público na partida entre Brasil e Argentina, pelas eliminatórias da Copa do Mundo. O jogo está marcado para 5 de setembro, na Neo Química Arena, na capital paulista.

A ideia em análise é de ocupar no máximo 30% do estádio do Corinthians, seguindo os protocolos sanitários estipulados pelo governo.

Na última terça-feira, o governador João Doria comunicou que os estádios de São Paulo poderão receber público novamente a partir do dia 1 de novembro. A partida entre Brasil e Argentina valeria como um evento-teste para a liberação no estado. 

Já a CBF planeja a volta da torcida nos jogos das quartas de final da Copa do Brasil, inicialmente marcados para 25 de agosto, além dos duelos pelas Séries A, B e C do Brasileirão. 

De acordo com o protocolo enviado pela entidade aos clubes, para ter acesso aos estádios, o público deve realizar um teste RT-PCR três dias antes da partida para detectar se existe a presença do vírus SARS-CoV-2. 

Também será aceito o teste de “Pesquisa de Antígenos”, se for realizado em até dois dias antes da partida. Para isso, o teste precisa ter sido realizado em um laboratório de análises clínicas ou em unidades de prestação de serviços de saúde devidamente autorizados pelas autoridades sanitárias. 

Segundo a CBF, o torcedor que estiver “plenamente vacinado”, ou seja, com as duas doses da vacina ou com a dose única para imunização, não terá a obrigatoriedade de apresentar testes antes do jogo. 

*Informações/GE