EXPECTATIVA – Caso novos leitos sejam contabilizados, região deve avançar para a fase amarela nesta sexta

639

Pela primeira vez desde o início do Plano SP o critério Evolução da Pandemia também deve ficar no amarelo

Toda a região, especialmente prefeitos e donos de bares, restaurantes e academias, vivem nesta quinta-feira, 3, a expectativa para que a área do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Rio Preto, avance de fase no Plano SP.

Pela primeira vez ao longo das últimas atualizações da quarentena heterogênea, a perspectiva para a mudança de fase é realista. Diferentemente da última semana, quando as tratativas de avanço de fase com o governo não passavam de um lobby dos políticos da região, desta vez o otimismo é baseado em números.

Para que a ocupação de leitos de UTI para coronavírus baixe dos 75% obrigatórios para o avanço de fase, basta que o governo oficialize no boletim desta quinta-feira – que é utilizado para a atualização que será feita amanhã -, as 30 vagas que estão sendo instaladas em Rio Preto nesta semana. Há a expectativa que pelo menos 24 delas entrem na conta da Secretaria de Saúde.

Baseado nos 77,8% de ocupação registrado nesta quarta-feira, 2, caso os 24 leitos sejam registrados a região deve ficar com cerca de 72% de leitos ocupados, número suficiente para o avanço de fase no critério Capacidade do Sistema de Saúde.

Além da ocupação das UTIs, o critério Evolução da Pandemia, que também é levado em consideração no Plano SP, está pela primeira vez na fase amarela e deve se manter assim na atualização desta quinta-feira. Para que isso ocorra a região não pode ultrapassar 127 internações entre enfermaria e UTI.

No Plano SP uma região é classificada com o índice do pior critério entre Capacidade do Sistema de Saúde e Evolução da Pandemia. (Gustavo Jesus – O Extra Net)