Estado divulga edital para concessão à iniciativa privada de aeroportos no noroeste paulista

438

22 aeroportos regionais estão englobados na concessão, entre eles os de Votuporanga/SP, São José do Rio Preto/SP, Araçatuba/SP, Andradina/SP e Penápolis/SP.


O Governo do Estado de São Paulo divulgou nesta quinta-feira (15), no Diário Oficial, um edital de concorrência internacional para concessão à iniciativa privada de 22 aeroportos regionais, entre eles estão os de Votuporanga/SP, São José do Rio Preto/SP, Araçatuba/SP, Andradina/SP e Penápolis/SP. 

O governo prevê um investimento de mais de R$ 447 milhões aos locais, que foram divididos em dois blocos: o noroeste paulista, com 11 aeroportos, e o sudeste, com os demais aeroportos do estado. 

O vice-governador do estado Rodrigo Garcia explicou a decisão de privatização: “O estado de São Paulo entende que não é papel do governo administrar aeroportos. A iniciativa privada faz isso de maneira mais eficiente e barata, liberando orçamento público para investimentos em outras áreas mais importantes. O Governo de São Paulo gasta quase R$ 70 milhões por ano com os aeroportos, e nós queremos destinar esse recurso para áreas como saúde, segurança e educação.” 

A concessão será feita por meio de leilão, marcado inicialmente para o dia 15 de julho. Poderão participar empresas nacionais e internacionais. 

“O projeto de concessão dos aeroportos terá grande relevância com a retomada da economia. Trará expressivos investimentos para cada uma das unidades e desenvolvimento para as regiões e o Estado”, afirma o secretário de Logística e Transporte, João Octaviano Neto. 

De acordo com o edital, os lotes poderão ser destinados a uma mesma empresa ou a empresas diferentes. O contrato de concessão com as empresas vencedoras é de 30 anos de exploração dos serviços, segundo o que prevê o Governo de São Paulo.