Edson Kolln, goleiro do CAV vê melhora no setor defensivo

377

“A gente martela e não sai o gol”, diz Goleiro vê melhora no setor defensivo, mas vê ataque ineficiente na Série A2 do Paulista.

O goleiro Edson Kolln, do Votuporanguense, está contente com os companheiros de defesa. Mesmo na lanterna da Série A2 do Campeonato Paulista, o atleta vê melhora no sistema, porém vê o ataque produzir poucos gols. Kolln segurou o empate em 0 a 0 contra o RClaro.

Em oito partidas, o CAV ainda não conseguiu vencer. E o saldo de gols de –10 traduz o momento do time. Foram 13 gols sofridos e apenas três marcados. E fica cada vez mais difícil sair da última posição, já que o time abriu a oitava rodada e tem uma partida a mais do que seus concorrentes mais próximos.

– Estamos vindos de uma melhora muito boa e muito grande. Mas não podemos esquecer da qualidade do adversário. Os caras também tem o mérito deles. E temos que estar sempre ligados para não deixar mil espaços para eles. Mas infelizmente, às vezes eles acabam finalizando. Felizmente saímos com o placar zerado para a nossa defesa, mas infelizmente a gente martela e não sai o gol – comentou o goleiro.

Mesmo assim, Edson Kolln tem se destacado na equipe. E o goleiro credita o bom trabalho ao preparador de goleiros Wandomar Dionisio. Ele afirma que começou a se preparar para jogar no CAV, antes da pré-temporada começar.

– Isso é o trabalho que a gente vem fazendo. Professor Wando vem fazendo um grande trabalho com a gente. Desde a pré-temporada em alta intensidade. Dois meses antes eu já estava me preparando, já sabia que iria me apresentar no Votuporanguense, conversei com o Wando e comecei a trabalhar. Ele é um excelente profissional, então isso tudo é reflexo do nosso trabalho – afirma.

O Votuporanguense encara o RB Brasil no dia 29 de fevereiro (sábado), às 16h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.