Desaba muro de arrimo no CEMEI Terezinha Guerra

732
Muro de arrimo do Terezinha Guerra desabou durante a chuva que aconteceu na madrugada de sexta-feira

 

Na madrugada desta sexta-feira durante as fortes chuvas que assolaram a região um muro de arrimo que existe no CEMEI Terezinha Guerra, não aguentou o volume de água e desabou.

A assessoria do vereador Dr. Hery esteve no local e pediu um ofício para a Secretaria de Educação para que esclareça o que houve e que restaure o local. No ofício também existe um pedido para que seja feita uma vistoria em todas as escolas municipais para checar as estruturas das construções.

Dr. Hery, que se encontra de férias em Paris, na França, falou com o Diário na manhã de ontem. “Essa é a segunda ocorrência que acontece; a primeira foi lá no “Helena Buzatto” onde houve uma inundação. Cadê os engenheiros da Prefeitura que não fiscalizam as estruturas desses prédios? Até  quando nós vamos contar com a sorte? Vamos esperar uma tragédia acontecer?, indaga.

“Temos realizadas várias denuncias, inclusive em Postos de Saúde; do Centro do Idoso que está caindo o teto e nada está sendo feito. Isso tudo é dinheiro indo pelo ralo, é obra licitada, tem que supervisionar. As estruturas das escolas são precárias, chove dentro das salas de aula, dentro dos Postinhos. Isto é um absurdo!”.

“Quero lembrar ainda que o “Terezinha Guerra” foi reformado recentemente, houve até reinauguração, mas foi antes do mandato do Dado. Estamos à beira de uma tragédia e só não aconteceu ainda porque Deus protegeu!, finalizou.