DENGUE – Saúde cria Sala para o Monitoramento

381

Novo serviço faz o monitoramento dos casos graves da doença; e conta com uma equipe de enfermeiros, médico e assistente social; números de doentes subiu para 1.152 pessoas.

Desde o início de 2019, quando o número de casos da doença começou a aumentar, a Secretaria Municipal da Saúde colocou em prática o Plano de Contingência para combate à Dengue. De lá para cá, estratégias de combate ao Aedes Aegypti foram intensificadas e ampliadas as ações para o atendimento ambulatorial de pacientes que chegam aos serviços de saúde com a suspeita da doença.

Em Votuporanga, até o momento, foram registradas 1.152 pessoas com a doença.

A Secretaria da Saúde implantou, na última semana, um novo serviço para o monitoramento dos casos graves da doença.  A Sala para o Monitoramento dos Casos Prioritários de Dengue conta com uma equipe de enfermeiros, médico e assistente social.  “Esta sala foi estruturada para identificar os sinais e sintomas que indiquem a forma mais grave da doença”, explica a enfermeira responsável pelo novo serviço, Léa Bagnola.

Ambulatório de Referência de Atendimento para Dengue

Outra ação contemplada pelo Plano de Contingência é a estruturação do Ambulatório de Atendimento para Dengue, que tem a finalidade de atender a grande demanda de pacientes ampliada pela epidemia da doença no Município. “Avaliamos que este espaço na Unidade de Saúde anexo ao Mini-hospital (“Fortunata Germano Pozzobon”) é o mais adequado, visto que, se necessário for, podemos contar com os serviços de urgência e emergência do Pronto-Atendimento”, explica a Secretária da Saúde, Márcia Reina.

O Ambulatório de Atendimento para a Dengue conta com os serviços de acolhimento dos pacientes, atendimento médico, hidratação e a coleta de exames. “Os mesmos serviços dos quais dispomos nas Unidades de Saúde também estão sendo ofertados neste Ambulatório, devido ao grande número de atendimentos de dengue. O objetivo é desafogar a UPA e o Pronto-Atendimento do Pozzobon, disponibilizando neste Ambulatório um monitoramento e acompanhamento efetivos dos casos de dengue”.

Os atendimentos no local são oferecidos inclusive aos finais de semana e feriados. De segunda a sexta-feira, das 6h30 às 20h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 7h às 19h. Lembrando que o Ambulatório é referência para a Zona Norte da cidade, e os casos suspeitos de dengue serão encaminhados pela própria Unidade de Saúde do paciente. Os casos graves da doença continuarão a ser atendidos na UPA – 24 horas e Mini-Hospital “Fortunata Germana Pozzobon”, na Zona Norte.

O Ambulatório de Atendimento para a Dengue está localizado à Rua Antônio Serafim Queiroz nº 2395 – Bairro Pozzobon.

Inseticida

De acordo com Nota Informativa do Ministério da Saúde nº 77/2019 de desabastecimento do inseticida Malathion 44%, para controle da forma adulta do mosquito desde Maio de 2019, a Secretaria de Saúde vem intensificando ações de Vigilância em Saúde como:

– Intensificação da orientação e dos bloqueios nas residências dos moradores contra criadouros nos casos suspeitos e confirmados visando a eliminação do foco de transmissão de casos;

– Intensificação das visitas nos Pontos Estratégicos (acumuladores, ferros velhos, borracharias, ecopontos) que são realizadas quinzenalmente pela Vigilância Sanitária;

– Mutirões de limpeza intersetorial (Secretaria de Saúde, Saev Ambiental e Secretaria de Obras) realizados em setembro e outubro de 2019, na Zona Norte da Cidade e outros dois bairros da Zona Sul onde estavam ocorrendo mais casos de dengue. Foram retirados 52 caminhões de materiais inservíveis, criadouros e orgânicos das 365 quadras percorridas, num total de 8.682 imóveis;

– Programa Cidade Limpa realizado em 20 a 31 de Maio de 2019 para limpeza da cidade com eliminação de criadouros.

– No dia 07 de dezembro de 2019 foi promovida uma ação com os segmentos religiosos da cidade (aproximadamente 70 pessoas) para panfletagem, orientação à população e eliminação de criadouros na Zona Norte da cidade.

– As ações educativas com as profissionais IECs (Informação, Educação e Comunicação) nas escolas, clubes de serviços, praças e eventos continuam;

– Brigada contra o Aedes aegypti;

– Ampliação na capacidade de atendimento para hidratação nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA – 24 horas e Pronto Atendimento “Fortunata Germano Pozzobon”);

– Atualização Plano Municipal de Contingência para Arboviroses;

– Implantação da realização de hemograma para todos os pacientes suspeitos no Pronto Atendimento do Pozzobon e Unidades de Saúde;

– Ação intersetorial para mapeamento e limpeza dos córregos e canalizações que ficam com água parada e larvas, que conta com as Secretarias de Saúde, de Planejamento, da Cidade, de Obras, de Governo (Departamento de Cerimonial e Comunicação), Saev Ambiental e Controladoria Geral do Município.

 

– Contratação de um médico para a Secretaria de Saúde que faz o acompanhamento de todos os casos de dengue com sinais de alarme;

– Equipe multidisciplinar (enfermeiras, assistente social e médico) para acompanhamento de todos os casos notificados com sinais de alarme pelo SUS ou convênio.