Com vacinação em massa e sem restrições a comércios, SP tem 10 novos bares e restaurantes por dia 

213
Foto: Reprodução

Em 8 meses, Estado registra abertura de mais de 2,5 mil estabelecimentos e confirma retomada econômica com pandemia sob controle.


A vacinação em massa e o controle da pandemia em São Paulo reforçaram as condições positivas para a retomada econômica no setor de comércio e serviços. Após oito meses do fim das restrições ao atendimento presencial, a Jucesp (Junta Comercial do Estado de São Paulo) registra, em média, a abertura de 10 novos bares e restaurantes por dia em todo o estado.

O Governo de São Paulo encerrou restrições de capacidade de público e horário de funcionamento do comércio em agosto passado, quando 67% da população paulista havia recebido a dose inicial contra a Covid-19. E nesta quinta-feira (28), o Vacinômetro já marcava 108,7 milhões de doses aplicadas, 93,52% da população protegida com a dose inicial e 86,83% com esquema vacinal completo. 

Entre agosto de 2021 e março de 2022, o estado registrou um saldo líquido de 2.573 novos bares e restaurantes, o equivalente a uma média diária de 10,7 estabelecimentos criados no setor. O total equivale a dois terços de todo o saldo líquido de bares e restaurantes abertos nos 17 meses de vigência das restrições, de março de 2020 a julho de 2021. 

A combinação entre vacinação em massa e medidas para contenção da pandemia possibilitou que São Paulo tivesse desempenho econômico muito superior à média nacional durante a crise sanitária. Entre 2020 e 2021, o PIB (Produto Interno Bruto) estadual registrou crescimento de 6,1%, dez vezes superior ao do Brasil (0,6%) no mesmo período. 

O sistema de saúde também aponta para um cenário controlado da pandemia em São Paulo, o que é mais um aspecto decisivo para a retomada econômica acelerada. Nesta quinta, a taxa estadual de ocupação de leitos hospitalares por pacientes com Covid-19 em todo o estado fica abaixo de 20%, tanto em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) como em enfermarias.