Câmara rejeita criação de novo cargo da prefeitura

716
Hery Kattwinkell: “Se nós estivéssemos com as coisas tranquilas, aí talvez eu pudesse ser convencido de que se poderíamos criar um cargo”

Por nove votos a cinco, Legislativo reprovou na noite desta segunda-feira o projeto de Lei Complementar 5 de 2019.

 

Por nove votos contrários e cinco a favor, Legislativo reprovou na noite desta segunda-feira (10) o projeto de Lei Complementar 5 de 2019 sobre a estruturação organizacional da Prefeitura de Votuporanga, Confira o posicionamento do parlamentar Hery Kattwinkell sobre o tema.

Segundo o vereador Hery Kattwinkell, já é a quinta vez que o projeto passa pela câmara. “O prefeito tentou fazer de tudo, o possível e o impossível para ele ser votado, quando via que estava perdendo ele tirava o projeto de pauta, por cinco vezes ele fez isso, mas agora será votado”, disse Hery.

Para o parlamentar, Votuporanga não está em condições para tal projeto. “Se nós estivéssemos com os postinhos com remédios, se nós estivéssemos com as ruas em bom estado, se estivéssemos com médicos no mini hospital do Pozzobom, na UPA, com pediatra, ginecologista que foi prometido na clínica da mulher e da criança e até agora nada, se estivéssemos com vagas nas creches, com professores contratados, se tivéssemos com os leitos da santa casa todos construídos, sem ter gente sendo internada nos corredores, se nós tivéssemos as ambulâncias em perfeito estado, aí talvez eu pudesse ser convencido de que se poderíamos criar um cargo”, comentou.