Associação Paulista de Supermercados (APAS) aciona Justiça contra decreto de Edinho em Rio Preto

398

A Associação Paulista de Supermercados (APAS) entrou com uma ação cautelar para garantir a abertura regular dos supermercados e, consequentemente, normalizar o serviço de abastecimento para a população de São José do Rio Preto. Com essa ação, a entidade espera que o fluxo de pessoas nas lojas seja diluído ao longo do fim de semana e não concentrado em uma pequena faixa horária, como nas aglomerações injustificadas desta quinta-feira. Tal restrição imposta pelo Decreto, por consequência, aumentará o fluxo de pessoas em direção a estabelecimentos dos municípios vizinhos durante o fim de semana, na contramão de qualquer diretriz razoável em tempos de pandemia.

A APAS ressalta que mesmo nos países em que se decretou lockdown absoluto, a população tinha a tranquilidade de saber que não teria o seu direito de abastecimento cerceado porque o serviço essencial dos supermercados sempre esteve funcionando. Desta forma, a ação cautelar da APAS busca assegura direitos igualmente fundamentais à população de São José do Rio Preto, como a saúde, a vida e o bem-estar da sociedade.