Votuporanga cria central de monitoramento para idosos e acamados

459

Ação é para acompanhar mais de perto as pessoas que são consideradas do grupos de risco e evitar o deslocamento desnecessário até as unidades de saúde.

Da Redação –

A Secretaria de Saúde de Votuporanga criou uma central de monitoramento para idosos e pessoas acamadas que tenham cadastro na rede municipal de saúde.

Inicialmente, o trabalho é realizado por telefone. Na central atuam aproximadamente 60 pessoas divididas em turnos de manhã e tarde. Elas têm acesso aos dados cadastrados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

Durante essas ligações, os enfermeiros perguntam sobre o estado de saúde e se o paciente apresenta sintomas gripais. Caso a pessoa informe que existem sintomas, o monitoramento passa a ser acompanhado mais de perto e, dependendo do caso, as informações são enviadas para a UBS que o paciente já pertence.

Este acompanhamento pode incluir visitas à casa do paciente e, caso seja necessário, ele pode ser transferido para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

O serviço iniciou o atendimento para um grupo de mil pessoas como teste, porém já se expandiu por toda a cidade.

“Nós realizamos um piloto durante 30 dias para poder ter informações e saber como a gente ia utilizar agora que a gente está abrindo para o município todo. Notamos que no início tinha entre 5% a 6% da população que apresentava algum sintoma e, após 30 dias, percebemos que esse mesmo público caiu para menos de 0,5%. Então foi notado que o isolamento, orientações sobre higiene, as orientações de etiqueta respiratória têm funcionado”, afirma Fernando Guerche, enfermeiro.

A central funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 17h. A Secretaria de Saúde ainda reforça que ao ligar, o enfermeiro não irá solicitar nenhum dado do paciente, não é preciso passar esse tipo de informação. (G1)