Teste de novo caça da FAB assusta moradores da região

338

Estrondo ocorreu pela quebra na barreira do som causado pelo F-39E Gripen da Força Área Brasileira que realizava voo teste supersônico próximo à Sales/SP.


O novo caça Gripen da Força Área Brasileira (FAB) – chamado de F-39E Gripen – concluiu o primeiro voo no espaço aéreo brasileiro em setembro do ano passado, quando saiu do aeroporto ministro Victor Konder, em Navegantes/SC, pousou na planta da Embraer em Gavião Peixoto/SP.  

Seis meses depois, na manhã de terça-feira (9) moradores de Sales/SP, a aproximadamente 160km de Votuporanga/SP, ficaram assustados após um forte estrondo, que pensaram ser uma explosão na cidade. “Foi um avião que explodiu no céu”, escreveu uma internauta. O barulho vinha mesmo do alto, mas nada de estouro ou tragédia. Era, na verdade, o teste do novo caça da Força Aérea Brasileira, o F-39E Gripen, que tem sobrevoado o noroeste paulista. 

Odilon José, de 42 anos, também ficou assustado com o estrondo que escutou no período da manhã, mas, por ser curioso, pesquisou pela internet até achar uma explicação. “O que eu descobri foi que a Força Aérea está testando um novo avião que faz um forte barulho quando rompe a barreira do som”, diz o morador. 

A velocidade de propagação do som também varia de acordo com a altura em que o som se propaga em relação ao nível do mar. Nessa altura e na temperatura de 25 ºC, as ondas sonoras propagam-se com velocidade de aproximadamente 337 m/s ou 1.216 km/h. 

A informação do teste do avião supersônico foi confirmada pela empresa SAAB, criadora de sistemas de defesa e segurança aeroespacial, sediada na Suécia, que desenvolve e produz o caça F-39E Gripen, comprado pelo Brasil em 2014. 

Ainda segundo a Saab, durante os voos de testes, o avião supersónico sobrevoa a região de São José do Rio Preto/SP. “Todos os voos seguem procedimentos definidos pelas autoridades e são realizados em grandes altitudes, acima de 5 mil metros”. 

A apresentação oficial do Gripen ocorreu durante a cerimônia do Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, comemorados em 23 de outubro e os primeiros caças serão entregues à FAB a partir do final de 2021. 

*Com informações do diariodaregião