Sueli Friósi destaca ação da unidade móvel do Hospital de Amor e a importância dos exames preventivos 

144

Vereadora destacou que o trabalho da carreta em Votuporanga/SP será concluído no final do mês.


A vereadora Sueli Friósi (Avante) utilizou parte de seu tempo de discurso na tribuna na 42ª sessão ordinária desta segunda-feira (22.nov) para destacar o trabalho da unidade móvel de exames preventivos do Hospital de Amor de Barretos/SP, em Votuporanga/SP. Ela destacou que o trabalho no município será concluído no final do mês.

Sueli afirmou que mais de 280 mulheres foram encaminhadas para exames médicos após apresentarem situações suspeitas durante ida à carreta. “Quantas vidas foram salvas com exames preventivos, que terão possibilidade de fazer tratamentos precoces? Precisamos prevenir e tratar o Câncer enquanto é tempo”, comentou. 

Unidade Móvel 

As mulheres dos bairros São João e Palmeiras serão atendidas até 23 de novembro, nos dias 24, 25 e 26 de novembro, mulheres da zona norte serão atendidas no bairro Colinas, das 8h às 20h no dia 24 e das 8h às 17h nos dias 25 e 26. Para encerrar, nos dias 29 e 30 de novembro, no Parque das Nações, das 8h às 17h. 

Mulheres interessadas no atendimento, deverão seguir recomendações como não manter relação sexual um dia antes, não fazer uso de ducha vaginal e também não estarem em período menstrual. O agendamento, prévio, deve ser feito nas Unidades de Saúde de referência do bairro onde residem ou com os agentes comunitários de saúde e, no dia da consulta, comparecerem com xérox de documentos pessoais como CPF, RG, cartão SUS e também comprovante de residência e caso aponte alguma alteração no resultado do exame, haverá encaminhamento imediato para acompanhamento e tratamento médico. 

Mamografia 

A mamografia é uma espécie de raio-x realizado em um aparelho chamado mamógrafo, que comprime a mama e gera imagens de alta qualidade capazes de revelar a existência de sinais precoces do câncer de mama. 

Papanicolau 

É realizado de forma rápida que recolhe pequena mostra de células do colo uterino, usando uma espátula, pelo canal vaginal, sendo enviado o material coletado para análise laboratorial. Durante o exame, a paciente pode sentir leve desconforto, mas o procedimento é indolor e a sensação de incômodo, se existir, acaba logo depois da coleta do material.