Santa Casa participa de estudo com pacientes diabéticos

203

UNIPEC integra rol de 30 centros de pesquisa do Brasil para avaliar o controle da pressão arterial para reduzir problemas cardiovasculares neste público.


As doenças cardiovasculares são as principais causas de morte no Brasil e em grande parte do mundo. A hipertensão arterial é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, sendo responsável por 40% das mortes por AVC e 25% dos óbitos por infarto. Muitos dos pacientes com hipertensão também possuem diabetes mellitus, outro fator de risco para essas patologias.

A Santa Casa de Votuporanga, por meio da Unidade de Pesquisa Clínica (UNIPEC), integra seleto grupo de 30 centros de pesquisa para participar do estudo OPTIMAL- DIABETES, que visa controlar a pressão arterial em pacientes com diabetes.

Dados recentes do Ministério da Saúde demonstram um crescimento do número de portadores de hipertensão e diabetes no Brasil nos últimos anos, sendo estimado que, em 2016, 25,7% da população brasileira era hipertensa e 8,9% diabética. Para se reduzir o risco de desenvolvimento de doenças cardiovasculares, é preciso haver um controle dos níveis de pressão.

A enfermeira responsável pela UNIPEC, Mariane de Oliveira Faria, explicou a pesquisa. “Atualmente, para pacientes já hipertensos, é recomendado manter a pressão arterial abaixo de 140 x 90 mmHg. Porém, estudos recentes têm sugerido que manter níveis pressóricos mais baixos possa ser benéfico para hipertensos sem diabetes. Queremos analisar se o nível de pressão mais baixo também é indicado para diabéticos”, afirmou.

O médico investigador, Dr. Mauro Esteves Hernandes, ressaltou a importância do estudo. “OPTIMAL-DIABETES é o maior estudo realizado com o objetivo de determinar qual o melhor nível de pressão arterial em pacientes com diabetes e pressão alta. Em todo o Brasil, aproximadamente 90 profissionais de saúde estão envolvidos. Estamos lisonjeados de participar, contribuindo com a Medicina”, destacou.

 O provedor da Santa Casa, Luiz Fernando Góes Liévana, enfatizou que, graças à Unidade de Pesquisa Clínica, o Hospital incentiva a pesquisa pois permitem avanços na área da saúde. “Nossa UNIPEC se tornou referência. Participamos de estudos nacionais e internacionais, gerando novos conhecimentos sobre procedimentos, medicamentos ou intervenções que melhoram a saúde das pessoas”, afirmou.