Santa Casa de Votuporanga registrou 1.752 nascimentos em 2020

102

Nascimentos no Hospital englobam SUS, convênio e particular, para uma região com mais de 500 mil habitantes.


A chegada de um filho é sempre um momento de muita alegria e expectativas. São muitos os preparativos e cuidados que se deve ter ao longo de toda a gestação. A Santa Casa de Votuporanga tem orgulho de ter contribuído para o nascimento de muitas gerações, acompanhando a felicidade de cada família e a esperança de um futuro melhor. 

São milhares de vidas que nascem no Hospital anualmente. Somente em 2020, foram realizados 1.752 partos na Instituição, sendo ainda em sua maioria, cesarianas. Números que demonstram a tradição e qualidade da maternidade da Santa Casa.

Lais Lourenção Mortari Mega é mãe de dois meninos: Arthur Mortari Mega, de sete anos, e Lorenzo Mortari Mega, de apenas quatro meses. A família de Lais é o testemunho de que a vida começa e continua no Hospital votuporanguense.

Lorenzo nasceu no ano passado, em meio à pandemia do Coronavírus (COVID-19). Ele veio ao mundo com 3.550 quilos e 49 centímetros pelas mãos do médico ginecologista e obstetra, Dr. Alexandre Arakawa. Mas a doença que assola o mundo não foi capaz de diminuir a alegria deste momento muito especial. “O atendimento foi ótimo, o cuidado foi o grande diferencial. A atenção de todos na nossa assistência foram excepcionais, sem contar a limpeza do quarto”, contou a mãe.

A psicóloga Yasmin Duarte tem 27 anos e escolheu a Santa Casa para a chegada do pequeno Vinícius Duarte Silva. O bebê nasceu em dezembro, com 4.700 quilos e 52 centímetros e teve como médica, a ginecologista e obstetra Dra. Rovenna Comar.

Yasmin é de Iturama/MG decidiu vir até Votuporanga na Instituição, para o dia tão aguardado. “O atendimento foi excelente. Com certeza, foi um grande diferencial e melhor decisão em optar em ter nosso bebê no Hospital. Os profissionais são bem capacitados e atenciosos”, destacou.

Vinícius nasceu de parto normal, do jeito que sua mãe tanto sonhava. “Foram 9 meses de muita pesquisa, acompanhamento com a médica e dedicação para que quando chegasse a hora, meu filho viesse da forma mais natural possível”, contou.

A enfermeira obstetra da Ala José Delgado do Hospital, Poliani Semeghini, explicou que a história de Yasmim foi de muita superação. “Foram várias horas de trabalho de parto, prestamos todo o apoio necessário para que ela pudesse ter o bebê. Ela fez exercícios na bola, agachamentos, o marido esteve presente em todo momento colocou música para relaxar. Contamos também com o trabalho da doula até que tudo ocorreu naturalmente” contou.

Nossa estrutura

A Santa Casa de Votuporanga possui uma estrutura completa e diferenciada na Maternidade, inclusive com suporte de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, trazendo ainda mais segurança para as mamães e bebês.

Na Maternidade do Sistema Único de Saúde (SUS), são 14 leitos e 16 de leitos na Ala José Delgado (convênios e particulares). O Hospital tem o quarto PPP (Pré-parto, parto e pós-parto), específico para parto normal humanizado. Com todo suporte de Centro Cirúrgico, oferece todas as condições para o nascimento do bebê.

Além desta estrutura, a Santa Casa possui uma equipe multidisciplinar para atender as grávidas, para assisti-las em todos os aspectos clínicos e psicológicos. Esses profissionais passam por capacitações frequentemente, sendo inclusive, no momento, qualificados pelo Programa São Paulo pela Primeiríssima infância.

A Instituição possui equipe de enfermeiros obstetras e de enfermagem como um todo capacitada para atendimento humanizado com mãe e bebê e treinamento para favorecer o aleitamento materno. Há trabalho no Centro Cirúrgico para que a amamentação ocorra já na primeira hora de vida do recém-nascido. O Hospital possui ainda posto de coleta de leite humano.

Um diferencial também na Santa Casa é a atuação da doula inclusive em partos do SUS, profissional que orienta e assiste a nova mãe no procedimento. Seu papel é oferecer conforto, encorajamento, tranquilidade, suporte emocional e físico.

O provedor da Instituição, Luiz Fernando Góes Liévana, ressaltou o serviço. “A Maternidade da Santa Casa de Votuporanga é referência para o município e região, com toda a estrutura necessária para assistência da mamãe e bebê, inclusive com suporte de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal. Trabalhamos para que o atendimento seja cada vez mais humanizado. Cada nascimento é, para nós, motivo de muito orgulho e reforça a nossa responsabilidade com a comunidade”, finalizou.